A Verdade Sobre Blogs: Eles São o Melhor Caminho?

Se você pensa ou já pensou em se tornar um Empreendedor Digital, então com certeza já ouviu a recomendação mais comum:

“Crie um blog!”

O problema é que esse conselho, por si só, é no mínimo ingênuo se outros fatores não forem considerados.

A Falácia do Blog

Verdade Sobre Blogs
“Não aguento mais atualizar meu blog toda semana e não ganhar nada por isso!”

Recentemente mandei um email para o pessoal que me acompanha em minha lista. Caso não esteja cadastrado você pode colocar seu e-mail no espaço acima, ao lado ou depois aqui do artigo.

Nele indiquei o trabalho do Rafael Seabra e do Henrique Carvalho, o Blog Memorável.

Agora, teve um pequeno problema que tentei explicar. Basicamente:

  • Tanto o Henrique como o Rafael são conhecidos por terem e trabalharem com blogs de alta qualidade – blogueiros profissionais, por assim dizer;
  • Eu sou conhecido (em parte) por ir CONTRA blogs.

Então a pergunta que fica é…

Afinal, blogs são ou não uma boa alternativa?!

Pois é. Consigo entender o porquê da confusão. Por isso além de ter escrito no e-mail, decidi colocar um novo artigo no site explicando o que está acontecendo.

Até porque se você olhar no meu site, verá artigos como esse e esse falando MAL de blogs. Em compensação há outros artigos como esse falando sobre como criar um blog de sucesso.

Aí, novamente, nos sobra a pergunta:

O quê fazer?!

Pois bem. Vamos logo as explicações e aí acredito que vai ficar tudo claro. Primeiro, vamos estabelecer as “regras”:

  • Eu posso ser SIM contra blogs…;
  • E ao mesmo tempo entender e concordar com as estratégias que o Henrique Carvalho e o Rafael Seabra descrevem no Blog Memorável

Como isso?

É isso que vou responder agora.

Blogs: A Pedra no Meio do Caminho

Vamos por partes:

Sim, no modelo que ensino e do jeito que eu gosto de criar meus negócios, não COMEÇO e nem recomendo COMEÇAR com um blog.

Palavra-chave: COMEÇAR.

Depois ele tem sim sua função e propósito.

Bom, tanto que tenho meu site e apesar de não tratar ele como um “blog” como a maioria faz, tem sim bastante semelhanças.

Só que a diferença é que ele veio BEM DEPOIS.

Essa é a principal diferença.

Não é questão de ser “totalmente contra” como alguns acham.

É questão do que eu acho que dá melhores resultados para o modelo de negócios que EU prego.

Como muitas pessoas não têm certeza do que querem fazer ou em que mercado atuar, começar com um blog pode ser um tiro no pé pelo tempo investido sem garantia de retorno.

É por isso que eu recomendo  garantir e testar a nossa oferta/mercado ANTES para AÍ SIM talvez usar o blog como uma ferramenta de divulgação.

Porque, de novo:

Quando você está começando, o que você mais quer é confirmar e garantir que está no mercado certo com a oferta certa.

Para testar isso, blogs não são a melhor maneira pelo tempo que demoram para ser montados, sua estrutura, criar conteúdo, etc.

Isso é como eu faço.

É a única alternativa? Claro que não. Há diversas outras.

Só que muitas pessoas interpretam essa mensagem como “O Bruno é TOTALMENTE E ABSOLUTAMENTE CONTRA blogs!”

O que, de novo, não é verdade. Tanto que todas as vezes que alguém perguntava, fosse em comentários ou por e-mails, porque eu era totalmente contra, eu respondia a mesma coisa:

“Não sou totalmente contra. Só sou contra a forma que a maioria faz para começar, saindo e dando tiro para todos os lados sem um bom plano e estratégia por trás.”

Nem 8, nem 80 - tudo no lugar e na hora certa.
Nem 8, nem 80 – tudo no lugar e na hora certa.

Como 95% das pessoas usam ele, sim, sou contra sim e recomendaria que você não começasse com ele.

Assim como sou contra começar um canal de YouTube só por começar SEM ter um plano de negócios bem definido por trás.

Ou investir muito tempo em redes sociais e, de novo, SEM ter um plano de negócios bem definido por trás.

TODOS têm seu propósito e função.

Na hora certa e no lugar certo.

Tudo a Seu Tempo

Uma luz no horizonte: o que deve vir ANTES de um blog ou qualquer outra plataforma
Uma luz no horizonte: o que deve vir ANTES de um blog ou qualquer outra plataforma

O que vai mudar é quando cada um aparece – e SE aparece – dependendo da estratégia e do modelo de negócios.

Por isso que o fato de eu ser CONTRA blogs para o tipo de modelo de negócio que eu gosto e que vejo que deu mais resultados para mim e meus clientes, não vai contra o que o Henrique e o Seabra pregam.

Por quê?

Simples:

Primeiro, contra resultados não há o que discutir.

Estava falando com o Henrique e só em 2014 ele faturou 2.5 milhões de reais.

Tudo 100% online e sim, com seus blogs.

Segundo, tanto ele como o Seabra tem anos e anos de experiência no assunto.

Eles não fazem um “blog” aleatório e sem propósito.

Eles têm por trás uma estratégia MUITO bem definida e acertada. É com isso que eles se tornaram 2 dos maiores players do mercado.

Então é isso.

Espero que tenha ficado claro essa distinção:

Eu ainda sou CONTRA a forma que 95% das pessoas começam um negócio online.

Muitos não têm certeza do que deve ser feito e acabam optando por simplesmente criar um “blog”. Ou porque ouviram em algum lugar ou porque parece o caminho mais “óbvio”.

Aí se sentem “ocupadas” e confundem isso com serem PRODUTIVAS. O que é algo totalmente diferente.

Estar “ocupado” só faz você perder seu tempo. Ser “produtivo” é o que gera resultados e lucros para o seu negócio.

Uma distinção absurdamente simples, mas que 95% das pessoas erra na hora da prática. E eu me incluo aí com certeza. Então não se sinta mal por isso, caso ainda cometa esse erro. As vezes é mais difícil do que parece.

Hoje, com o passar dos anos, eu já melhorei bastante o foco no que é realmente produtivo e que gera resultados de verdade. É questão de tempo para você também aprender a ter o mesmo foco.

Mas continuando a discussão

Agora, no outro lado da moeda, com uma boa estratégia de negócios por trás, você pode usar blog, canal de youtube, redes sociais e até sinais de fumaça se quiser.

Porque nesses casos a base do negócio é sólida!

O que você colocar em cima vai ter mais chances de funcionar e dar certo. E essa que é a grande sacada:

Antes de decidir a sua plataforma – seja blog, canal do YouTube, página do Facebook, Instagram, sinais de fumaça ou aviãozinho de papel – o que você precisa é de um bom e sólido plano de negócios por trás.

Tendo isso. o resto, depois, pouco a pouco, se encaixa.

Você não está começando com um blog; muito menos com algum canal aleatório de uma rede social qualquer. Você está começando com um plano bem estruturado e definido para aí sim colocar a plataforma que você quiser em cima.

E é exatamente aí que o Henrique e o Seabra focam quando eles falam sobre o Blog Memorável.

Esclarecido isso, recomendo então agora que você assista esse primeiro vídeo da série deles, onde mostram os 7 pilares do que eles chamam de um Blog Memorável:

Assista o vídeo com os 7 Pilares de um negócio de sucesso aqui ➝

Caso você ainda tenha alguma dúvida ou queira perguntar algo, fique a vontade para usar o espaço abaixo. Eu leio todos os comentários e procuro responder a maioria. Então não se acanhe e participe da conversa!

Grande abraço e até a próxima!

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+