Estudo de Caso de Um Site Totalmente Otimizado para Google Adsense

MudançasPrimeiramente quero dar os parabéns ao Gustavo! O site dele é muito bem organizado, tanto em termos de SEO como layout. Sei o quão trabalhoso pode ser criar um site assim e por isso ele está de parabéns.

Agora, vamos a análise do site em si para ver o que podemos fazer:

Nome: Gustavo

Site: BlogMudancas.com

IMPORTANTE!!

Recomendo ler o post abaixo do vídeo antes de vê-lo pois no vídeo acabei falando um pouco rápido demais e fica as vezes difícil entender de onde eu estou falando o que estou falando.

* Nota: no vídeo eu falo como os anúncios não estavam aparecendo na hora que fiz as pesquisas. Isto realmente só ocorreu na hora e depois eles apareceram normalmente, o que é um bom sinal pois significa, geralmente, que há pessoas que estão pagando e lucrando com estas palavras-chaves.

Sites otimizados para Adsense

O site do Gustavo me lembra e muito sites que eu fiz por um bom tempo totalmente otimizados para adsense para lucrar o máximo possível com estes. Estes sites geralmente são sites não tão pessoais e otimizados bem como o Gustavo está fazendo.

Mas vamos ver o que mais podemos falar do site que todos nós podemos tomar como exemplo e aprender:

SEO

Em termos de SEO está muito bem: o rel=author está instalado, links internos estão sendo muito bem usados, escolha e inserção das palavras-chaves no conteúdo está sendo muito bem feita, enfim, de SEO não tem muito o que falar.

Links, que ainda é o mais importante aspecto do SEO mesmo após tantos updates no Google, também aos poucos começam a aparecer. Vi que já tem alguns blogrolls e alguns outros tipos de links que são o jeito certo de começar um trabalho de link building.

Basicamente se quiserem um exemplo de como organizar o conteúdo seu site em termos de SEO e otimização, o site dele é um ótimo exemplo 🙂

Experiência do Usuário

Aqui é onde fico uma boa parte do vídeo falando sobre este assunto por um simples motivo: cuidado.

O “cuidado” vem de duas frentes na verdade.

A primeira é que sites como o seu, são sites exatamente como eu fazia no passado totalmente otimizados para Adsense.

Enquanto isso exatamente não é um problema, eu evitaria criar posts como aquele entitulado “Transportadora em São Paulo” se você não é uma transportadora.

É ruim para o usuário pois você não está dando a resposta que ele quer, ruim para o Google pois está dando uma resposta ruim para o seu usuário e no final vai ser ruim para você pois provavelmente você vai ficar lutando e lutando para ranquear seu site para esse tipo de pesquisa até que um dia …. PUF!!

Você some do mapa.

Talvez só aquela página, talvez uma penalização maior.

Sim há diversos e diversos sites ranqueando exatamente do mesmo jeito hoje no Google, mas o que você (não só o Gustavo, mas todos nós) tem que se perguntar é:

Quanto tempo aquele site está naquela posição?

Quanto tempo ele ainda vai ficar?

E a última pergunta mais importante é algo que Warren Buffet, o maior investidor do mundo e o homem mais rico do mundo por um bom tempo, considerava o maior custo e despesa que você vai ter em seus investimentos e negócios.

Sabe qual é!?

Pense bem: Warren Buffet, o maior investidor do mundo, falando da maior despesa que você pode ter.

Dividendos? Empregados? Juros? Impostos?

Não.

O maior custo é o custo da oportunidade.

O que significa isso?

Significa que toda vez que você tomar toda e qualquer decisão, você tem que parar e se perguntar:

“Será que eu não teria um retorno melhor se investisse meu tempo e dinheiro em outro projeto!?”

Oportunidades não vão faltar, não se preocupe. Como diria Richard Branson, fundador da Virgin:

“Oportunidades de negócios são como ônibus: há sempre um próximo vindo.”
~ Richard Branson

Por isso, sim não há problema nenhum criar o site que você está fazendo e acredito que ele realmente tenha potencial.

O que eu só prefiro que você, e todo mundo que está querendo criar sites para ganhar com google adsense e afiliados, que o faça de uma maneira que apresente o maior potencial de lucro e possibilidades.

otimizar para Adsense não é o melhor caminho.

É um bom início com certeza, mas há muitas outras possibilidades.

Como fazer então?

No vídeo dou algumas dicas do que eu faria mas entre elas:

  • Blog mais pessoal para desenvolver sua personalidade e nome no site;
  • Lead generation que é a geração de contatos (“leads”) para outras empresas;
  • Promoção de produtos de terceiros como afiliado;
  • Outros nichos como mudanças de país que podem expandir um pouco mais o assunto do site.

Novamente, o site está mais do que bom: bem otimizado, conteúdo bom e tudo mais.

A única coisa que, considerando o custo de oportunidade como falei, temos que sair do modo de produzir conteúdo que é bom o suficiente e começar a produzir conteúdo que as pessoas chegam e falam:

“Caaaaaaaaarraaaaaa … que ….. Mel dels … Você viu esse site!?”

E assim começa a se espalhar 😉

 

Gostaria de saber mais sobre como ter seu negócio 100% online mesmo que você ainda trabalhe em outro emprego e mesmo que você nunca tenha criado um site na vida??

Então eu recomendo que você dê uma olhada nisso AQUI.

Esse é o treinamento oficial aqui do site chamado Férias Sem Fim. Nele eu mostro, passo a passo, o exato mesmo sistema que eu e centenas de outras pessoas usam para criar seu negócio online.

Foi ele inclusive que me possibilitou ganhar de R$ 3 a 20 mil reais em apenas 90 dias. Sim, com um negócio novo criado totalmente do zero.

Saiba como ganhar de R$ 3 a 20 mil reais em 90 dias aqui nesse link. 

Transcrição do Vídeo

 No vídeo de hoje a gente vai dar uma olhada no site do Gustavo, e com ele a gente vai aprender como podemos organizar o conteúdo do nosso site, os links, e também, a principal dúvida dele: como é que ele faz para posicionar o site dele, em vantagem e acima das outras empresas que competem pelas mesmas palavras-chave que ele. Então vamos dar uma olhada.

Bom, esse aqui é o site dele (acompanhe no vídeo), é o “BlogMudanças.com”. De cara já dá pra ver que o site é bem organizado, tem um bom layout, um layout clean simples de usar, e o conteúdo também é muito bem organizado, tanto que se olhar aqui… O que eu tinha falado no outro vídeo, de fazer links internos como esses, que são bastante importantes e com certeza ajudam bastante para ranquear o site.

Aqui há alguns assuntos que eu dei uma olhada, algumas páginas, e o que eu queria falar é que, por exemplo, essa página aqui em especial “Transportadora em São Paulo”, esse tipo de página e estratégia, é uma estratégia que eu já usei bastante no passado. E ela até pode funcionar, mas o que você realmente tem que se perguntar é: que tipo de experiência o usuário vai ter ao visitar essa página? Se a pessoa digitou alguma coisa como “Transportadora em São Paulo”, provavelmente ela está procurando uma transportadora em São Paulo. E aqui no texto, na maior parte você fala assim: “o que é uma transportadora”, “o que elas transportam”…

Como a gente está analisando e sabe o objetivo do site, que é para ganhar com Adsense, a gente entende porque é assim. Era exatamente o que eu fazia. Otimizava sites para “meias brancas para vender”, e no site ficava falando “como as meias brancas são muito brancas”, “como elas têm que ser mais brancas, ou podem ser listradas”, todo esse tipo de coisa. Porém, como experiência de usuário isso não é bom. E mais cedo ou mais tarde, o Google vai alcançar. Então, esse tipo de post eu evitaria. Eu faria só posts que realmente ajudem ao usuário, e lhes ofereçam alguma coisa. Post como esse aqui “Como Transportar Plantas na Mudança”, “Como Mudar os Animais de Estimação na Mudança”, esse tipo de post já é um pouco melhor, porque é realmente algo que você pode falar, e quem estiver procurando isso terá uma resposta agradável.

Sempre pense que não vale a pena você tentar enganar com título ou estratégias, para depois escrever um texto que não corresponda. Pode até por um tempo lucrar, mas nunca vai decolar. Nunca será um negócio muito bom. Não vão ter gente falando como o seu site é ótimo, porque ele não está realmente ajudando. Então, é uma coisa para dar uma olhada.

Esse aqui, por exemplo, já é um pouco diferente: “Empresas de Mudança em Belo Horizonte”. No começo você inicia com a mesma estratégia, falando que são empresas de mudança, etc., que a gente sabe que não agrega muito, mas é para ranquear, e depois você coloca alguns links aqui para empresas em Belo Horizonte. Isso aqui realmente ajuda, porque é o que o usuário está procurando… O que eu faria é dar uma olhada no Google Analytics para saber como você fazer o trecking de eventos. Não é tão difícil, tem o código, é só dar uma procurada, tem os guias, e dar uma olhada quantos clicks vêm dessas empresas.

Porque depois, o que poderia ser feito, é uma estratégia de lead generation que eles chamam, que é geração de contatos, geração de leads, leads são contatos. No caso, se você conseguir mensurar e disser “ah, por dia tem 5 clicks” no “Mudanças Tocantins” ou em alguma outra dessas, você pode contatar a empresa, falar para ela “Eu tenho um site de mudanças, e nesse site vocês devem estar recebendo visitas até do meu site – porque o link realmente vai para o site deles – o que vocês acham de pagar tanto por mês para deixar esse link no meu site, ou até colocar mais para cima? Ou de repente até algum banner, alguma coisa.”. Aqui no site não está aparecendo o Adsense, mas o outro site que eu entrei já estava aparecendo.

Agora, uma das coisas mais importantes que ele me perguntou é: como faz para, digamos, aparecer acima das empresas que estão disputando pelas mesmas palavras-chave? Essas são algumas palavras-chave boas, como a gente pode ver aqui. Elas têm custo por click, que é o CPC alto. Então, o pagamento delas teoricamente deve ser bom. Porém tem algumas coisas que me incomodam quando a gente começa a olhar os resultados do Google. Por isso eu sempre recomendo que não olhe só nas ferramentas.

Se você vier aqui no resultado, eu coloquei “Transportadora em São Paulo”, dá para ver que primeiro aparecem vários resultados locais. Então, isso aqui dificulta, porque você não conseguirá ter um resultado local. O seu é apenas um blog, um site sobre isso, você não tem uma empresa de verdade, a qual tu possa adicionar no “locais” do Google.

Segundo, não aparecem aqui muitos anúncios, o que não é um bom sinal. Isso pode mudar bastante, por causa da minha localização, como está sendo feita a pesquisa e várias outras coisas que o Google avalia. Mas aqui para mim, não está aparecendo. Aí, no caso “Mudanças Residenciais”, mesma coisa, apareceu um site aqui primeiro, eu até coloquei a localização para São Paulo… E depois o resto são resultados locais, que você não conseguirá ter por aqui (acompanhe no vídeo). Vai ser a partir daqui para baixo, tanto que aqui já é o site, aqui tem uma foto, etc., já é um pouco diferente.

Esse tipo de artigo, agora, por exemplo, (acompanhe no vídeo), aqui você já tem mais chance. Olha onde que você está aparecendo: está em quarta posição nas pesquisas. Só que aqui também me desagrada porque não tem nada de anúncio. E até se eu colocar “caixas de papelão para mudança” acho que ainda não tem, e eu estou com a localização em São Paulo… “Caixas de papelão” aqui já começa a aparecer local, com mapa e tudo. Então tem que cuidar isso e, novamente, aqui não está aparecendo anúncio, mas de repente é só porque eu estou acessando de outro lugar. Tem que dar uma olhada, ver se aparece. Se aparecer, quando mais aparecer, melhor. Geralmente tem aquelas três em cima, mas umas oito aqui do lado (acompanhe no vídeo), e até, às vezes, aqueles sites um pouco diferenciados na própria pesquisa.

Bom, com relação à parte SEO, o real author estava instalado, como a gente viu antes na pesquisa, isso já é bom, faz bastante diferença… E aqui a gente pode ver que no site já tem alguns sites linkando, então referring domains 12 Eu vi também que você já vez blogrolls, e algumas links então… Eu já vi que você tem bastante noção de SEO, pelo jeito que o site foi construído, pelo jeito que você usa as palavras-chave no site, os links, tanto internos como externos, então aqui é só continuar com o trabalho de link building, que aos poucos você vai aparecendo.

E a prova disso, é que se a gente olhar aqui, pelas palavras-chave, dá para ver que o tráfego de palavras orgânicas vem crescendo pouco a pouco, porque você ranqueia uma palavra, daí começa a aparecer mais, aí de repente alguém linka para ela, começa a ter mais sucesso… Aos poucos, você vai aparecendo mais e mais vezes no Google para mais palavras-chave.

Aqui algumas das palavras-chave que você está ranqueando no momento, então, por exemplo, “mudanças residenciais”, que tem um volume relativamente bom, você está em oitavo. Essa tem um custo de click bom também só tem que ver aquilo que eu falei de experiência do usuário. O que o usuário, que está digitando “mudanças residenciais” está procurando e o que você pode oferecer? Como eu falei, eu sei que você pode tentar enganar para conseguir uns clicks, mas não vale a pena. É melhor fazer um site que realmente vai ajudar o usuário.

A última dica que eu queria dar, além de começar a coletar os dados de quantas pessoas clicam naqueles links de empresas – ou até, de qualquer jeito, vai precisar de bem mais tráfego, para já começar a anotar e depois entrar em contato com as empresas, oferecendo a venda de contatos, que é o lead generation, é isso – eu também recomendaria que, depois, você tentasse focar na criação de algum produto próprio ou alguma coisa que você crie para vender e promover .

Antes disso, a melhor maneira de testar é com Adsense, para ver quanto você consegue ganhar, e outra maneira é vir, por exemplo, no Hotmart, eu achei esse livro aqui, o “Livro Negro dos Imóveis”, não é que se encaixe exatamente o seu assunto, mas é algo que, de repente, você poderia de alguma maneira oferecer no site. Até porque o nome é “Blog Mudanças”, não significa que ele seja apenas de mudanças residenciais. Então, você pode ao mesmo tempo… Quem está mudando, talvez já tenha encontrado o imóvel, talvez não.

Você pode criar alguns artigos, e tentar oferecer. Ter uma comissão de até trinta reais, e ver como vão as vendas. Se estiver vendendo bem, aí você pode pensar em criar o seu próprio livro. Aqui até é a página de vendas, é até uma página bem feita. Tem umas coisas que eu mudaria – aqui, por exemplo, poderia tirar essa barra lateral. Mas no geral, ela é bem feita, e eu tentaria promover como afiliado, para ver o quanto conseguiria de comissão e venderia. É a maneira mais fácil de testar o mercado.

Fora isso, como dicas finais, eu falaria para, depois, já que o nome do seu site é “Blog Mudanças”, além de tentar trocar para uma cara mais pessoal, algo que você realmente possa ajudar o usuário, e que é você de verdade – ou seja, não tentando fingir ser uma empresa nem nada – eu já começaria a pensar em alguns outros assuntos que de repente poderia explorar no site, os quais acho que teriam uma maior procura.

Por exemplo, uma coisa que está acontecendo bastante é gente voltando para o Brasil depois que teve a crise, claro que isso já mudou um pouco e não sei se esse tipo de pessoa vai estar em função da internet, mas é um nicho a explorar. Pessoas que estão voltando para o Brasil ou o contrário: estão indo para fora. Como elas se adaptam lá fora? Como morar lá fora? Não sei se você tem experiência com isso, mas poderia relatar, ou simplesmente falar com gente que voltou para fora, entrevistar algumas pessoas; ou fazer um produto, publicar no site… Aí vai da sua opinião.

Mudanças em geral de país ou viagens também vai ser um bom assunto, que você poderia explorar. Trocaria um pouco o assunto do site, mas, de repente é uma alternativa que você poderia analisar. Eu realmente daria uma olhada em questão dos contados que aparecem no site, e verificaria a possibilidade de você fazer algum produto com o conteúdo que você tem no site.

Fora isso, para o pessoal que quiser mais informações, basta ir ao meu site, bastar o manual, vai estar “empreendedor-digital.com/manual”, lá que eu dou muitas dicas de como começar e desenvolver um negócio, parecidas com as que eu dei aqui.

Qualquer outra dúvida é só entrar em contato.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+