Cilada Mental: A Grama do Vizinho É Sempre Mais Verde Mesmo?

A famosa grama mais verde do vizinho…

Algo que pode nos prejudicar e nos ajudar ao mesmo tempo.

Descubra como.

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

Cilada Mental: A Grama do Vizinho É Sempre Mais Verde Mesmo?

Opa! Bruno Picinini por aqui. No vídeo de hoje quero falar sobre um efeito psicológico que pode tanto nos ferrar quanto nos ajudar muito, tanto no nosso marketing quanto nas nossas vidas. Esse efeito é popularmente conhecido como a grama mais verde do vizinho.

Você já parou para pensar porque existe esse ditado? Sendo verdade ou não… Por que a grana do vizinho parece mais verde? Isso é algo bem interessante e é um efeito que primeiramente temos que tomar cuidado nas nossas vidas, como desenvolvimento pessoal.

É algo que pode ferrar – e muito – nossa cabeça. Quando as coisas não estão indo bem… Seu negócio não está vendendo quanto deveria… Você não está vivendo onde quer… Sua vida não está legal… As coisas estão desmoronando… Você acha que está tudo uma droga… Você quer mudar de vida.

Você vai ter a impressão (a palavra-chave é impressão) de que a outra alternativa (a grama verde do vizinho)… Que pode ser outro trabalho, outa ideia, outro tipo de empresa, outro caminho, ou qualquer outra coisa… Parece ser muito mais fácil, dá muito mais resultados, sem esforço e não tem todos os problemas que você tem no seu negócio.

“Comecei como afiliado, não gostei. Agora vou começar com meu infoproduto.” “Esse infoproduto não está vendendo, vou olhar para outro mercado. Meu mercado era de plantar tomate, agora vou para o mercado de como fazer acrobacia na rua. Parece ser muito mais fácil fazer um infoproduto sobre isso.”

A gente sempre fica com essa imagem… Principalmente se a gente viu algum outro case de sucesso… De que só nosso mercado é difícil e que só nosso negócio tem problemas. Isso não é verdade – bem longe disso.

Todos os negócios, todos os mercados, todos os nichos têm seus problemas. Alguns mais, outros menos. Meu canal, meu livro e todas as coisas que eu faço falam sobre negócios online. Muitas das desvantagens que negócios físicos têm, um negócio online não tem.

De todas as alternativas, eu prefiro um negócio online por diversos motivos. Custo baixo, a maneira fácil de automatizar, pode ser um negócio enxuto e tantas outras coisas que eu já falei aqui. Se você não conhece meu livro, você pode visitar FeriasSemFim.com/livro.

Esse é o negócio que eu gosto. Mas mesmo estando num nicho bom ou num nicho não tão bom, vão ter seus problemas. A nossa mania é de olhar os negócios de outras pessoas e achar que eles não têm nenhum problema.

Às vezes a gente entra num parafuso e começamos a querer desistir da nossa ideia ou desfocar da nossa ideia. “Isso aqui não é legal. Não deveria ser tão difícil assim. Olhe aquele outro. Aquilo lá que é fácil. Aquilo lá que não tem problema.”

Mas como eu falei, isso é só uma impressão. Dentro de cada negócio, tem que coisas que, de fora, você não vê. Mas quando você começa a trabalhar naquele negócio, você começa a descobrir todos esses outros problemas que, de fora, não são aparentes.

Pense que você tenha problemas no seu relacionamento. Mesmo que não tenha, imagine o caso. Você está num relacionamento com problemas. E você acha que só você tem esses problemas de relacionamento. Você acha que todos os outros casais estão felizes e satisfeitos.

Você os vê caminhando pela rua… Aquela foto no Facebook no fim de semana… Parece tudo ótimo e maravilhoso. Parece que eles não têm problemas. Mas todos nós sabemos que isso não é verdade.

Todos os casais, naturalmente por serem pessoas diferentes, com personalidades diferentes, com gostos diferentes… Vão ter conflitos uma hora ou outra – alguns maiores e outros menores. A questão é aprender a lidar com isso.

É óbvio que a gente não sai falando dos nossos problemas para quaisquer pessoas e em qualquer lugar… No Facebook, na rua, para outras pessoas. Na parte social, nós temos aquela máscara. Nesse caso, acho que é positivo, para não termos que ficar expondo todos os problemas que temos em nossas vidas.  Nós temos essa máscara de que as coisas estão bem; de que as coisas estão funcionando.

É uma questão de separar. Temos os problemas que vamos resolver depois em casa, mas também aproveitamos a vida. Sabemos que é mais um problema que apareceu. É só resolver como todos os outros e seguir a vida.

É a mesma coisa com negócios. Às vezes com negócios a gente acha que só nós enfrentamos certos problemas, o que não é verdade. Todos os negócios têm os seus. É importante reconhecer isso porque antes de você simplesmente desistir da sua ideia, achar que isso não é para você ou acha que outro negócio maluco é mais fácil e sem problemas, cuidado. Talvez seja a sua cabeça pregando essa peça em você.

O ponto do outro lado da moeda é que vale a pena manter isso em mente na hora de fazer seu marketing. Se você estiver tentando vender uma ideia para a pessoa… Seja uma nova dieta, uma nova ideia de negócios, alguma coisa para mudar de vida, alguma coisa para melhorar de vida… Ela provavelmente já considerou outras alternativas dentro daquele mercado ou até já está trabalhando com outras alternativas dentro daquele mercado.

Você tem que fazer esse argumento de venda para dizer “a minha é melhor”. Tem essa briga de que a nossa cabeça pode estar nos enganando, porque todos os negócios têm seus problemas. Se seu produto é pior, você estará usando uma técnica para o mal. Mas eu confio que você está fazendo um trabalho e entregando o melhor produto que você pode. Se o seu é o realmente melhor, se baseie nessa pequena ponta de dúvida que a pessoa tem.

“Será que é tão difícil assim? Será que não tem uma alternativa mais fácil?” Use isso como argumento para dizer, “Sim. É verdade. Se você alguma vez pensou se teria uma maneira mais fácil, existe.” Aí você prova porque seu produto é melhor.

Mas ele realmente tem que ser melhor. Pelo menos deveria, porque senão você terá uma taxa de reembolso alta e não vai muito longe. Mas essa que é a ideia por trás.

Então, cuidado com a grama verde do vizinho na sua cabeça. Depois use na hora certa com produtos bons para vender mais do seu produto.

Essa era a dica que eu queria passar para você hoje. Se você gostou, pode clicar no joinha aqui no vídeo ou logo abaixo. Também clique no botão para assinar o canal para receber uma notificação de todos os próximos vídeos que eu postar.

Por último eu recomendo que você visite FeriasSemFim.com/livro para conhecer meu livro recém lançado. Aí você pode saber um pouco mais do meu trabalho. Você pode ter um negócio online para financiar seu estilo de vida e poderá trabalhar de onde você bem entender.

Vou ficando por aqui. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+