Como Empreendedores Devem Gerenciar Seu Tempo (É Bem Diferente Da Maioria)

Fato:

Você vai ser pago mais pelas ideias que produz do que pela quantidade de horas que você trabalha.

Pareto já é coisa do passado. 20/80 é ultrapassado.

Hoje está mais para 2/98.

2% que gera 98% dos resultados.

Tendo isso em mente pergunto: onde você está gastando seu tempo?

Como Empreendedores Devem Gerenciar Seu Tempo

Opa! Bruno Picinini por aqui autor e fundador do projeto Férias Sem Fim. Para começar essa viagem bem, estou em Isla Mujeres, em Cancun. Nesse dia livre de férias eu tive a ideia de falar sobre gerenciamento de tempo para empreendedores.

Se você é empreendedor ou empresário e acha que seu tempo deve ser gerenciado da mesma maneira que outras pessoas, você está muito enganado. Vai fazer muita diferença dependendo das suas atividades e do que você quer fazer da sua vida.

O gerenciamento de tempo que eu pessoalmente uso eu aprendi com um cara chamado Dan Sullivan. Acho que já o citei em outros vídeos. Ele é um especialista em empreendedores em geral (não somente digitais) de alto sucesso. São pessoas que ganham 1 milhão de dólares ou mais por ano nos seus negócios.

Na maneira dele de ver o gerenciamento de tempo… Em vez de trabalhar 60 horas semanais de trabalho como a maioria das pessoas fazem… Esse tipo de gerenciamento de tempo veio da época da Revolução Industrial, onde existia uma linha de montagem na fábrica na qual as pessoas trabalhavam 60 horas semanais e produziam uma média de peças por hora.

Hoje em dia, com a revolução de conhecimento, a revolução científica e revolução tecnológica colocar mais horas não significa gerar mais – talvez aconteça até o contrário! Chega um ponto em que você começa a cometer muitos erros e acaba sendo contraprodutivo você trabalhar horas mais longas em vez de tentar fazer um trabalho de mais qualidade.

Fazer mais por hora é coisa para robôs e não para empresários e empreendedores. Falando especificamente para empresários e empreendedores, esse cara (Dan Sullivan) desenvolveu um sistema de gerenciamento de tempo que funciona ao dividir seu tempo em três tipos de dias.

Esses três tipos de dias são: o dia de foco, o dia livre e o dia buffer (um espaço entre o dia livre e o dia de foco). Por que ele fez assim? Porque se você comparar pessoas de alto rendimento como atletas, atores e outras pessoas que performam qualquer tipo de espetáculos, o jeito de eles desenvolverem seus trabalhos é bem diferente de como nós fazemos.

Geralmente, eles treinam por muito tempo e disputam uma partida na semana. Eles se apresentam uma vez por semana e às vezes uma vez por ano! Lutadores de MMA lutam uma vez a cada 6 meses.

Compare isso com o dia a dia de um empreendedor que está tentando todos os dias tentando fazer alguma coisa muito especial e veremos que não faz sentido. Foi baseado nesse tipo de pessoas que ele se deu conta que empreendedores deveriam se desenvolver da mesma maneira.

O primeiro passo que você deve tomar é considerar esses três dias: o dia livre, o dia intermediário e o dia de folga. O dia livre não é o mais fácil. Muitos empreendedores, quando estão criando um negócio para terem liberdade e qualidade de vida, trabalhando de onde quiser (até da praia), acabando criando um segundo emprego para si mesmos e não conseguem parar de trabalhar.

Não tem ninguém para dizer para eles saírem do escritório e pararem de trabalhar. Eles ficam em casa verificando o celular, o laptop, as vendas e não conseguem se desvincular. Então, para algumas pessoas é realmente difícil não fazer absolutamente nada relacionado ao trabalho.

O dia livre não é ficar só com a tarde livre – é o dia inteiro livre. Pensar você vai pensar automaticamente. Isso é até bom, porque você ativa seu subconsciente para pensar sobre várias coisas que podem até gerar uma resposta que você não conseguia ver antes. Então, essa pode ser uma boa maneira.

No dia de produção é um dia em que você tem que escolher o que você vai querer produzir como um ator ou atleta. Eles têm um dia específico para desenvolver todas as atividades. Nesse dia você não abre emails, não faz reuniões. É um dia para desenvolver copy, anúncios, seu produto. São atividades grandes que realmente movimentam seu negócio.

O terceiro tipo de dia é o dia intermediário. Depois dos dias livres no fim de semana, você terá o dia intermediário para você organizar as coisas. Você poderá organizar tudo aquilo que você precisa para produzir no dia de produção.

Se eu quero gravar um vídeo de vendas, nos outros dias eu posso preparar tudo. Vamos supor que a copy já esteja escrita. Então, vou preparar os slides, vou preparar o material, vou preparar o microfone… Vou preparar tudo o que eu preciso para no dia seguinte eu possa produzir com toda concentração possível e dê o meu máximo.

Aí eu faço um dia intercalado para descansar, coletar as coisas, ver se está tudo certo, responder emails e o que for. Então, geralmente minha semana envolve dois ou três dias livres, que geralmente é o fim de semana (já que combina com o horário das outras pessoas também). Mais dois ou três dias de produção e dois ou três dias intermediários para organizar as coisas que eu preciso fazer para tocar o negócio.

É assim que um empreendedor deve organizar seu tempo. Não faça como todo mundo que faz 40 ou 60 horas e acha que só por botar mais horas vai estar organizando alguma coisa. Nos dias de hoje você será mais bem pago se você focar mais nos resultados que você produz do que no tempo que você está na frente do computador trabalhando.

Então foque em ter esses poucos dias de produção. Veja quantos dias por ano você precisa desses dias realmente focados para produzir bastante. Faça com que esses realmente sejam dias de foco e produção e não um dia em que você mistura um monte de coisas, parando para responder email, escrever copy, escrever anúncio… Isso não funciona.

Os dias livres devem ser só dias livres. São dias para descansar a cabeça completamente para estar no pico da sua energia quando for produzir e fazer o trabalho mais bem feito possível.

Essas eram as dicas que eu queria passar para você sobre gerenciamento de tempo para empreendedores e empresários. É uma maneira diferente de ver como as outras pessoas gerenciam seu tempo.

É pessoalmente como eu organizo meu tempo. Acho que faz muito mais sentido não focar nas horas em que eu trabalho, mas sim nos resultados que eu produzo. Para isso eu divido os meus dias nesses três tipos de dias. É claro que às vezes existem exceções, mas tento me manter.

Se é um dia intermediário, faço um monte de coisinhas que preciso fazer. Se é um dia de produção, foco nas atividades mais bem produzidas. Às vezes dou uma misturada… Faço a parte de produção de manhã e à tarde uma parte mais intermediária para resolver algumas coisas.

Mas tente ter pelo menos períodos (manhã ou tarde) específicos: produção, intermediário, descanso. Aí, quando você estiver trabalhando estrará com todas as forças e quando estiver descansando estará descansando, recuperando as energias para trabalhar com tudo que você precisa.

Não fique trabalhando pensando no descanso ou descansando pensando no trabalho – isso é a pior coisa que você pode fazer. Ou preto, ou branco. Ou você trabalha com todas as forças ou você descansa com todas as forças.

Era isso que eu queria passar para você hoje. Se você gostou do vídeo pode clicar no joinha logo abaixo. Também clique num dos botões para assinar o canal e receber uma notificação de todos os próximos vídeos que eu postar.

Se você gostou dessa ideia de trabalhar com um negócio online – caso você ainda não tenha o seu e tem interesse em criar um – você pode visitar o FeriasSemFim.com. Lá você terá um treinamento online gratuito para você participar e saber um pouco mais sobre meu trabalho e de tantos outros clientes que já ajudei e participam da nossa comunidade.

Vou ficando por aqui. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+