Como Escrever e Fazer Um Artigo: 5 Dicas Práticas

Como escrever um bom artigo?

Uma dúvida que muitos têm. Principalmente ao se criar um negócio online e tentar ganhar dinheiro na internet.

Nesse vídeo passo 5 dicas de como escrever bem. Seja um artigo, carta de vendas, e-mail ou o que for.

Até as dicas e estrutura por trás podem ser usadas para qualquer tipo de conteúdo. Não só para fazer artigos, mas para vídeos, emails e outros.

O foco em si é realmente escrever e elaborar um bom artigo. Mas veja como você pode adaptar as mesmas dicas para outros tipos de conteúdo.

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

Se quiser você pode ver esse e deixar seu comentário no vídeo no próprio vídeo no YouTube: Como Escrever e Fazer Um Artigo: 5 Dicas Práticas

Como Escrever e Fazer Um Artigo: 5 Dicas Práticas

Opa! Bruno Picinini aqui falando pelo Férias Sem Fim. Nesse vídeo veremos algumas dicas de como escrever bem, ou como escrever um artigo melhor. Você poderá usar isso no seu site para divulgar seu trabalho e usar como base para uma carta de vendas, um vídeos de vendas e emails. É uma estrutura geral que você poderá usar onde fizer sentido para você no seu marketing. O foco principal é uma estrutura simples que eu pessoalmente uso para escrever artigos no meu site.

A primeira e melhor dica que posso passar para vocês, se você quiser escrever o melhor artigo possível, com os melhores resultados possíveis é: tenha um único foco no seu artigo. Quando você vai escrever um artigo, às vezes acabamos tendo muitas ideias e muitas coisas que gostaríamos de falar: “Acho que a pessoa poderia aprender isso, posso ajudar ela com aquilo.” São muitas ideias. Todas podem ser boas ideias, mas seria como tentar beber 10 cervejas e 10 vodcas numa noite só – provavelmente você terá uma bela ressaca.

Então, a dica é escolher uma linha para seguir naquele artigo. Você pode usar todo o artigo (ou email ou carta de vendas) para reforçar tal ideia. Se você trouxer muitas ideias ao mesmo tempo, isso só vai tirar força da ideia principal. Se seu artigo é sobre como ganhar dinheiro, como escrever melhor ou como criar vídeos, faça disso seu tema principal. Ele será como uma linha invisível que segue pelo seu artigo do início ao fim. Não desfoque ou fique trazendo outras ideias. O melhor é que qualquer dica extra que você traga sirva somente para reforçar essa ideia central. Então, essa é a primeira dica: escolha uma linha para seguir e chegar num objetivo.

Foco No Artigo Do Seu Site

Essa é uma dica que aprendi com um dos meus mentores, que se chama a regra do 1. Assim como você terá uma linha de raciocínio dentro do seu artigo, tenha também um objetivo. Não tente fazer um artigo “para impressionar minha tia, criar uma marca, vender meu produto, conseguir um opt-in, curtir minha página e assistir um vídeo no YouTube.” Provavelmente você não conseguirá todos eles e uma vai tirar força da outra.

Escolha um objetivo: vender, criar sua lista, causar reconhecimento, fazer um aquecimento para um lançamento. Escolha um objetivo e se mantenha nele quando estiver escrevendo seu artigo.

Quando você for escrever seu artigo e não souber um estrutura óbvia que possa funcionar, você pode seguir uma sigla de três letras: MIA (Motivação, Informação, Ação). Então, você começa o artigo falando “Você quer aprender a escrever um artigo melhor?” Esse é o seu foco. Você começa seu artigo falando sobre isso.

Baseado nisso, você dará a motivação do porquê a pessoa deve continuar lendo seu artigo: “Se você quiser fazer um bom avião de papel, vou ensinar 7 dicas de como fazer isso em apenas 21 minutos.” Logo de cara, você dá a motivação para a pessoa ler seu artigo. Não deixe para fazer isso só depois. Talvez ela estaria interessada no seu artigo, mas como ela saberia disso com a motivação escondida no meio? Traga logo de início o que ela ganhará ao ler seu artigo.

Depois, você terá que entregar o que disse que iria entregar, que é a parte da informação. Se você quiser ensinar as pessoas como fazer aviõezinhos de papel que voam a 76 metros de altura no campeonato da Red Bull, agora é a hora de mostrar o passo a passo do que você prometeu entregar.

Por último, vem a parte da ação. Agora você tem que passar o que você quer que a pessoa faça. Você quer que ela clique num link para saber mais? Quer que ela se inscreva na sua lista? Quer que ela compre um produto seu? Quer que ela te ligue? Entre em contato? Curta sua página? Deixe um comentário?

Direcione As Pessoas Para O Caminho Certo

Algumas vezes você consegue fazer mais de um objetivo, por exemplo: Clique aqui para deixar seu email e baixar o arquivo e, caso tenha alguma dúvida, deixe seu comentário. Porém, provavelmente será melhor focar suas energias. Por mais que tenha poucos comentários, seu objetivo não é ter comentários… não é ganhar joinha no Facebook… seu objetivo é que a pessoa entre no seu funil para que você comece a conversar com ela e eventualmente vender seu produto. Isso, é claro, se você quiser ganhar dinheiro com seu negócio. Talvez você quer fazê-lo por hobby e só quer menções sociais, joinhas e comentários. Mas eu troco 600 comentários por 10 vendas (a não ser se for uma venda de 1 real).

Entende como a ideia vai mudar muito de acordo com seus objetivos? Eu acho que muita gente foca demais no aspecto social – seu número de seguidores pode ser um bom indicativo, mas foque em construir seu negócio, colocando as pessoas para dentro do seu funil. O funil não serve para vender algo que as pessoas não querem, mas sim para ajudar as pessoas de alguma maneira e eventualmente oferecer o que você tem para vender.

Vou até fazer um comentário extra. Eu estava ouvindo um programa de um cara que eu gosto bastante. Ele disse que os melhores discursos para vendas (que são parecidos com artigos) foram para os quais ele menos recebeu aplausos. Isso pode parecer estranho, mas dá para entender.

Quando ele fez o pitch de vendas no palco, o que as pessoas mais queriam era ir comprar o produto, antes dele acabar. Diferentemente, uma palestra ganha palmas e tudo mais, mas se as pessoas têm tempo de bater palma e te agradecer, provavelmente não comprarão seu produto.

Não estou dizendo que está certo ou errado, já que isso depende dos seus objetivos. Mas entenda isso: uma pessoa pode ficar sem ganhar aplausos, mas vender muito. No negócio dessa pessoa, isso vale mais a pena. Mas, se a pessoa é nova no mercado e quer simplesmente construir a marca, ela pode querer somente afetar as pessoas para que elas a procurem depois. Ou seja, cada um tem seu objetivo.

Essa minha observação extra saiu bastante da minha linha sobre “como escrever um artigo”, mas ela reforça o ponto que quero fazer.

Chame A Atenção Das Pessoas Certas

Para você ter as melhores chances com seu artigo, para que as pessoas abram ele, leiam ele… você tem que escrever um bom título. Se você tiver o melhor artigo do mundo, mas ninguém se interessou em ler, de nada adiantou. É como um paraquedas que falha – é melhor fazer da maneira certa.

Uma das maneiras é usando uma dica da Awai (que é um instituto de escritores nos Estados Unidos), que se chama regra dos 4 Us: Urgência, Útil, Único e Ultra-específico. Com esses Us no seu título, as chances do seu artigo ser aberto são maiores. Então, use títulos bons e, para fazer um bom título, use a regra dos 4 Us: Urgência, Útil, Único e Ultra-específico.

Já falamos sobre estrutura, objetivo e título. Agora vou falar uma dica geral. Para escrever o artigo em si, a recomendação é usar parágrafos, frases e palavras curtas. Não faça frases enormes, que demoram um parágrafo inteiro, só para fazer um ponto. Faça frases curtas. Faça um ponto por vez e depois vá para a próxima.

A quinta dica é “fale simples”. Muitas vezes, principalmente pessoas que estudaram bastante e tem bastante conhecimento (não tem nada de errado com isso, na verdade é muito bom) têm dificuldade com isso. Eu estou sempre estudando. Eu acredito que a educação é vitalícia (educação própria, já que a educação formal eu acho uma perda de tempo). Eu estou sempre lendo, estudando e participando de eventos.

Comunicação Direta E Reta

Mas, às vezes, essas pessoas que têm muito conhecimento parecem que querem provar o quanto sabem usando palavras complicadas, escrevendo de uma maneira que as pessoas precisam ter um PhD para entender. Você não impressionará ninguém dessa forma. Se você quer escrever um artigo que vai mexer e influenciar as pessoas, escreva de maneira simples. Use palavras, frases e parágrafos curtos. O importante é se comunicar e não impressionar as pessoas porque você sabe as regras do português.

Eu quebro muitas regras do português e muitas vezes é de propósito. Às vezes, começar um parágrafo com “mas” deixa a leitura mais agradável. É isso que eu recomendo que você faça, se você tem o objetivo de influenciar e vender.

Tem uma história da Roma Antiga, de uns caras que fizeram um discurso. Eles estavam quase entrando em guerra com outro império. Duas pessoas foram falar o porquê eles iriam ir para a guerra. A primeira pessoa falou de maneira brilhante – quase um poema – com palavras complicadas, mostrando que realmente tinha um controle incrível da língua. No final desse discurso, muitas pessoas bateram palmas.

O segundo cara era muito mais simples, e falou o que ele achava de uma maneira simples, mostrando como a família dele era importante, como o império era importante, como a vida dele era importante. A conversa dele foi muito mais emotiva e direta, mas as pessoas ao invés de bater palmas, pegaram as armas e foram para a guerra.

Se você analisar quem causou mais impacto na história do mundo, foi a pessoa que não se preocupou em impressionar por usar palavras complicadas, mas sim em se comunicar e passar a mensagem. Esse que tem que ser seu objetivo. Use palavras, frases e parágrafos curtos e de maneira simples. Não use uma palavra complicada se existe uma outra mais simples.

Este era o vídeo de hoje sobre como escrever um artigo melhor. Espero que você tenha gostado. Você pode dar um joinha aqui do lado do vídeo. Se você tiver dúvidas ou ideias para um próximo vídeo, você pode deixar um comentário. Se você quiser saber mais sobre negócios e empreendedorismo digital, eu recomendo que você visite o FeriasSemFim.com. Lá eu mostro mais sobre como eu trabalho e os resultados que eu tive. Por último, você pode clicar aqui para assinar o canal para receber uma notificação das próximas vezes que eu postar um vídeo.

Vou ficando por aqui. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+