3 Dicas de Como Ganhar Dinheiro Com Blogs

Não sei se você já tem ou está pensando em criar um blog, mas ainda assim o fato permanece:

Eu realmente não recomendo começar um negócio online novo com um blog. Os motivos são vários. Falo de alguns deles até no vídeo aqui.

Agora, dito isso, sei que é totalmente possível se ganhar dinheiro com um blog! Contanto que você faça as coisas certas e na ordem certa!

Com esse vídeo tento explicar um pouco mais como eu faria para usar um blog em meus negócios…

Também falo de quando é o MOMENTO IDEAL para se criar um blog e quais os riscos caso você não siga essa regra.

Dá uma olhada e depois comente abaixo!

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

Se quiser você pode ver esse e deixar seu comentário no vídeo no próprio vídeo no YouTube: 3 Dicas de Como Ganhar Dinheiro Com Blogs.

3 Dicas de Como Ganhar Dinheiro Com Blogs

Opa! Bruno Piccinini por aqui! E nesse vídeo de hoje eu quero mostrar, ou ensinar, 3 dicas de como ganhar dinheiro com blogs. E talvez você você me conheça de uma afirmação de um ponto que geralmente sou contra blogs pra se começar um negocio online. E é verdade. Eu ainda sou contra blogs pra começar um negócio online. Se você já acompanhou os videos do Férias sem Fim (que vai ter o link aqui em algum lugar), você deve ter visto que eu não começo um negócio online novo com blogs e eu não recomendo que se faça isso. Eu começo com o que eu chamo de modelo de quatro páginas, que foram as quatro páginas que eu usei pra criar um negócio online do zero, em um desafio que eu participei, e ganhar de 3 a 20 mil reais em 90 dias, que é justamente o que eu falo no Férias sem Fim. Depois se você quiser, caso ainda não tenha visto, você pode ver mais no site.

Então, dito isso, porque diabos eu estaria fazendo um vídeo falando sobre como ganhar dinheiro com blogs, e ainda com 3 dicas sobre isso? Eu faço isso, porque apesar de eu já ter me posicionado a respeito de blogs pra se começar um negocio online, ainda assim eu tenho um blog, mais ou menos “bem grande” e eu sei (porque eu tenho clientes e pessoas que me seguem) que tem pessoas que usam blogs e tem bons resultados com eles. E então eu queria fazer esse vídeo,  pra poder dar algumas dicas pra se você já tem ou está pensando em fazer seu blog, pra pelo menos ajudar você de alguma maneira a dar os passos certos, pra com ele conseguir uma renda boa, seja pra substituir seu emprego, uma renda extra ou como você preferir, utilizando seu blog como plataforma.

E a primeira dica que eu daria sobre isso é que eu vejo muita gente criar um blog (e por isso que eu não gosto de blogs nesse sentido que vou falar agora) porque começa com a ideia de que vai escrever por escrever e acha que tudo magicamente vai acontecer. E a pior coisa que você pode fazer, e que eu já vi acontecer muitas vezes, é ter o pensamento de que “ahh, vou começar a escrever sobre o assunto x que eu tenho interesse, que eu gosto ou tive alguma experiencia sobre e ver o que acontece, depois eu descubro como ganhar dinheiro com isso”. Imaginem que pessoas até começam negócios dessa maneira. Já vou falar pra você: pode dar certo, mas não é a melhor maneira.

A melhor maneira é que você já comece descobrindo um mercado bom pra se trabalhar, um produto que funcione, que venda, que as pessoas tenham interesse em comprar, pra daí depois usar o blog como uma ferramenta pra divulgação daquele seu trabalho ou produto. Quando as pessoas no passado (e quando eu digo no passado é uns dez anos atrás, talvez cinco e olhe lá) começaram a criar blogs, eles deram certo porque ninguém estava fazendo ainda. Então, essas pessoas conseguiram só com o volume ganhar com anúncios, com adsense e outros tipos de ofertas que poderiam colocar no site. Hoje já não é bem assim. Hoje já não é tão fácil de criar um blog do nada. Só porque você escreve bem (ou não) não interessa, isso não quer dizer que o seu blog vai magicamente funcionar. Essa não é a melhor fórmula pra se seguir se o seu objetivo é ganhar uma renda com esse blog. Agora, se você quer só escrever simplesmente por hobbie, por pura paixão, porque você realmente tem interesse e gostaria de escrever sobre aquilo, ou quer conhecer outras pessoas que gostam também daquele assunto, ótimo, faça mesmo. Mas tenha em mente que é um hobbie pra depois não ficar decepcionado porque não sabe o motivo pelo qual seu blog não está dando dinheiro.

Então, pense em já começar com a ideia de um produto, um funil ou um mercado por trás, é justamente esse caminho que eu recomendo. É assim que eu uso o blog nos meus negócios e que eu recomendo que os meus clientes e quem se segue use. É necessário primeiro decobrir um mercado bom, descobrir o que vende e o que dá lucro. Tendo isso, você pode usar um blog, o youtube, anúncios, ou o que for, que pelo menos eles estão levando pra um funil, estão levando pra um caminho que faz sentido, (onde há um dinheiro pra ser ganho) e não simplesmente pro vácuo, pra um lugar onde nada acontece, simplesmente a pessoa acessa, entra e sai.

Então, cuidado com isso. Tenha realmente planejado que o blog não vai ser a solução final, mas uma ferramenta (assim como o youtube, como o facebook, como o twitter, como anúncios ou o que for) de tráfego orgânico que leva pra um funil, uma estratégia ou um modelo de negócios que faz sentido no ponto de vista lucrativo. Então, essa seria a primeira ideia.

A segunda dica que eu queria passar, é que esse é um erro fatal que eu vejo muitas pessoas cometendo, principalmente quando estão começando. O problema é uma falta de foco, uma dispersão enorme na hora de criar um negócio online. Não só criar um negócio online, mas qualquer coisa nessa vida. A pessoa essa semana está falando sobre negócios online, na outra semana descobriu que pode fazer chinelos personalizados, depois na outra semana descobre que quer ser freelancer, depois afiliado e assim vai. Então, esse é um grande problema porque tudo, sinceramente, pode funcionar. Tudo tem melhores e piores caminhos. Eu tenho o meu caminho que funciona melhor pra mim no que eu já testei e fiz, mas não significa que ele é o único caminho e que pra todo mundo é única e especificamente o melhor caminho. Tem outras pessoas que preferem trabalhar com afiliados e está tudo bem. Até porque eu preciso de afiliados, gostaria de ter afiliados promovendo o meu produto, por exemplo.

Então, o meu caminho é o que eu realmente acho mais fácil, o que gerou mais resultado, o mais estável e mais seguro. Tem outros que também dão resultado, isso é verdade. É uma alternativa você escrever artigos no seu blog, mas você também pode, de repente, criar vídeos. Pode ser que você se dê melhor de frente para a câmera. Tem tem muitas pessoas que são péssimas na frente da câmera, e na verdade isso é uma coisa que se aprende. Se você olhar meus primeiros vídeos, quando eu comecei, eram horríveis. Eu ligava a câmera e ficava estático, não conseguia nem falar direito. Mas tem pessoas que se dão bem com a câmera e isso é um diferencial. Se você consegue escrever bem, ótimo, use blogs. Mas o segredo é: escolha a plataforma que você vai usar, mesmo que sejam artigos, pode ser o wordpress, ou até dentro do próprio facebook (tem tantas pessoas que construíram um canal enorme só divulgando artigos) ou no instagram, é uma forma de blogar.

Escolha uma dessa plataformas, seja youtube, seja blog, seja instagram, seja snapchat que hoje tá na moda (não sei quando é que você vai estar assistindo esse vídeo) e foque 100% das suas energias nela. Não fique achando e cometa o erro, como muitas pessoas, de ter um gato pingado em cada canto porque disseram que você necessariamente precisa estar presente em todas as redes sociais. Dica, conselho, regra, o que for: não precisa. Escolha uma e se torne o melhor possível naquele espaço. Depois quando aquele já estiver grande o suficiente (até pra você conseguir usar a força pra construir outros canais), aí você parte pra outro.

Já é difícil começar um canal bem feito, bem organizado, com força. Fazer vários e ao mesmo tempo (principalmente se você está começando e talvez esteja sozinho) é ainda mais difícil. Eu vejo muitos ditos especialistas em redes sociais, que dizem que você tem que estar em todas as redes sociais, em todos os perfis, responder todas as mensagens em todos os canais. Isso é loucura. Primeiro foque na primeira dica, em como ter um modelo de negócios lucrativo pra gerar dinheiro a partir do seu trabalho, depois escolha uma uma plataforma, seja rede social, ou o que for, e foque 100% das suas energias nela.

Como última dica, eu queria apresentar pra você uma maneira diferente de pensar sobre como blogar. Até por curiosidade, a palavra blog surgiu de quando as pessoas criavam log (que é uma palavra em inglês pra criar, digamos, um jornal do que você está fazendo e isso se usa não só na internet, mas em diversos lugares) e esse log era na web, logo web log. E aí surgiu o blog.

O que eu vejo muitos por aí e até um certo ponto funciona, são tem desde blogueiros e até vlogueiros (com vídeos no youtube) que fazem vídeos todos os dias, até duas vezes por dia pra alimentar o canal, e é daí que sobrevive. Ótimo, é uma maneira de funcionar. Eu, pessoalmente, não tenho saco pra ficar fazendo vídeos todos os dias, nem artigos todos os dias e isso não é um problema. Se você gosta, consegue fazer todos os dias, ótimo, faça, aproveite essa sua força, seu diferencial. Aí é que tá o que eu quero falar pra você: se esse é o seu diferencial, aproveite. Mas se você é como eu, que não gosta e prefere não ter que todo dia obrigatoriamente fazer um novo vídeo, um novo artigo ou o que for, reconheça isso logo de início e pense como você pode usar o seu diferencial e em como você gosta de trabalhar pra ciar a sua plataforma que dê as melhores chances pra você.

Um exemplo prático: vamos supor que, não sei se você é destro ou canhoto, mas vamos supor que você seja destro. Você já tentou escrever uma linha de texto ou até assinar seu nome com a mão esquerda? É muito difícil. E você criar uma plataforma de uma maneira que não seja condizente com o que você é bom, ou seja, com a sua mão direita, é como tentar escrever uma frase coma mão esquerda, você está colocando todos os fatores contra você. Então por isso que eu, pessoalmente, apesar de algumas pessoas até pedirem pra fazer vídeos ou artigos todos os dias, eu não faço porque eu sei que eu não vou conseguir manter a qualidade e a energia. Tenho outras coisas que quero focar. Então, eu adaptei o meu negócio pra como eu gosto de trabalhar, e isso é totalmente possível, você pode fazer da maneira que você quiser. Se você quiser redigir artigos só uma vez por mês, não tem problema. O segredo é reconhecer isso antes de começar e depois trabalhar pra que isso funcione da melhor maneira pra você.

É assim que eu faço. Se você tem interesse nessa maneira que eu falei, de não ter que postar artigos ou vídeos todos os dias, minha dica é pensar no melhor conteúdo. Num conteúdo realmente bom, realmente de destaque, que seja o mais aberto possível pra que você possa (ao invés de ter que ficar postando conteúdo todo dia) focar todo o resto do tempo em promover aquele conteúdo. Porque dentro do seu mercado, muito provavelmente, vai ter conteúdo. Pode ser a regra do 20/80, 10/90, o que for, vai ter algum tipo de conteúdo específico que vai ter muito mais destaque, vai gerar muito mais valor e as pessoas vão compartilhar muito mais do que todos os outros. Esse pode ser um a cada 10, um a cada 20 artigos. E se você soubesse de antemão qual seria esse artigo não valeria mais a pena criá-lo e focar todas as suas energias em promover apenas esse artigo? Ao invés de criar todos os outros que talvez não agrade e nenhuma pessoa se interesse ou compartilhe?

Eu penso assim e é por isso que eu não crio tantos artigos e vídeos todos os dias. Eu prefiro pensar com calma e pensar naqueles que me dão mais resultado a curto e a longo prazo. Fazer o melhor pra que depois eu foque minhas energias em promover aquele que eu sei que vai ter muito mais impacto do que 10 artigos, 10 vídeos completamente dispersos.

É assim que eu faço. Mas eu fiz isso baseado nessa última dica que eu acabei de falar pra você. Eu reconheci como eu gosto de trabalhar, como eu me sinto bem trabalhando com meu negócio. Acho que assim que tem que ser um negócio, principalmente online, ele tem que ser baseado nas nossas forças, nos nossos diferenciais, que funcione com a mão direita (ou como a mão esquerda se você é canhoto) e não com a nossa mão contrária que vai tornar as coisas muito mais difíceis.

Então, essas são as três dicas que eu queria passar. Talvez tenha até algumas dicas extras aí, de como ganhar dinheiro com blogs e como realmente fazer um blog funcionar e não ser mais simplesmente aquela plataforma que as vezes dá medo, até por pensar: “pô, hoje tenho que escrever mais um artigo” pra depois ver zero comentários lá. Não tem coisa mais triste.

Se você ganhar dinheiro com seu blog, se você seguir a primeira dica de ter um funil, ter um produto ou um infoproduto (que é pessoalmente o que eu gosto de trabalhar porque é 100% online), o fato daquilo retornar dinheiro pra você vai dar ainda mais incentivo pra você continuar fazendo um trabalho melhor, investigar, se educar, aprender mais. Porque aquilo dá retorno e pode ser no futuro, se ainda não é, sua principal fonte de renda, como é pra mim e pra diversas outras pessoas. Pode também alimentar seus filhos, sua família, seu sonhos. Então aquilo vai dar uma motivação muito maior do que simplesmente escrever um artigo por pura paixão que toma seu tempo mas que infelizmente não paga as contas no fim do mês.

Essa é a minha ideia e esse é o que eu acho que é, digamos, o mundo ideal. E caso você queira saber tanto mais sobre isso, quanto mais dicas do que eu fiz nesse desafio que eu citei no início do vídeo, de como eu criei um negócio online do zero, usando apenas 4 páginas é só acessar o site www.feriassemfim.com ou o link que vai estar aqui em baixo, na descrição, ou na página onde você estiver vendo esse vídeo. Lá você vai saber mais sobre como tudo isso aconteceu e vai ver o depoimento e exemplo de outras pessoas que também tiveram bons resultados criando seu negócio online.

Então esse vídeo vai ficando por aqui, antes de terminar, é claro, clique aqui no botão de joinha pra dar o joinha aqui no vídeo. Clique também pra assinar, aqui do lado tem uma mãozinha, pra você assinar o canal e receber notificações de todos os vídeos que eu postar.

Tendo alguma dúvida, alguma pergunta ou algum assunto que você queira que eu fale mais a respeito é só deixar um comentário aqui em baixo. Estou sempre por aqui participando, tento responder a maioria dos comentários. Hoje em dia com a quantidade, nem sempre é possível, mas eu to sempre aqui vendo e participando porque eu acabo aprendendo o que você precisa e o que você tem curiosidade em saber mais e aí fica mais fácil pra eu gravar outros vídeos e criar outros materiais sobre negócios online e essa coisa tão divertida chamada empreendedorismo digital.

Vou ficando por aqui, um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+