Como Ganhar Dinheiro Sem Gastar Nada

Então você ouviu dizer que dá pra ganhar dinheiro na internet, não é mesmo!?

Ouviu que é possível ganhar dinheiro em casa, trabalhando, de repente, de cueca no conforto do seu lar doce lar?

Ótimo, ótimo…

Só que de repente você, assim como muitos, não quer arriscar investindo algo que não sabe se tem retorno. Ou de repente está em um momento difícil e realmente não tem absolutamente nada para investir e começar o seu negócio online.

Acontece. Sei que pode ser uma fase muito ruim de enfrentar. E é por isso que criei esse artigo pra você! Vamos lá, então:

dinheiro-sem-investir-nada

7 Passos para criar um negócio online do zero sem precisar investir nada!

Antes de começarmos, uma definição básica:

Para um negócio dar certo você precisa de um dos 2 ingredientes, e de preferência os 2: tempo ou dinheiro. Se de início você não tem dinheiro, então você vai precisar investir mais tempo. Depois, o que recomendo é que conforme você começar a ter resultado, invista tudo o que ganhar de volta no negócio. Assim você pode deixar o dinheiro trabalhar pra você, e não o seu tempo.

Oi? Desculpa? Você queria saber uma maneira pra ganhar dinheiro online que não precisasse nem de tempo, nem de dinheiro? Isso?

Olha… então deixa ver se consigo ajudar você nessa… Você tem basicamente 2 alternativas:

  1. Você pode continuar nesse conto de fadas tentando buscar uma maneira de simplesmente gerar…do nada… dinheiro na sua conta bancária sem precisar fazer absolutamente nada; OU…
  2. Você pode desistir dessa ideia maluca, ler o artigo, arregaçar as mangas e lutar por algo que valha a pena.

Não prometo que vai ser fácil, não prometo que será logo. Mas prometo que esse é com certeza o melhor e mais fácil caminho pra abrir um negócio próprio do zero, sem precisar gastar nada.

Se você ainda não está convencido e ainda acredita que vai achar uma maneira mágica de gerar dinheiro sem precisar fazer nada, então faz um favorzinho pra mim:

Ali em cima, no seu navegador, tem um botãozinho que parece um “X”. Parece não – é um X! Veja só que coincidência… Então, clica nele ali pra mim, por favor? Obrigado.

O que mais quero aqui é gente séria que queira criar o seu negócio de verdade.

Sim, depois, no futuro, tem maneiras de automatizar e realmente não precisar fazer mais nada, só observar o dinheiro entrar. Eu mesmo comecei um negócio novo agora do zero que já está assim. E todo mês pinga o dinheiro lá na conta. Sem eu precisar mexer em mais nada. Fique tranquilo que logo logo vou falar mais desse projeto, e como exatamente cheguei nele. Fique de olho nos seus emails. Que por sinal, caso você não esteja cadastrado:

Junte-se a outros 70.258 Empreendedores Digitas!

Coloque seu e-mail abaixo agora e deixa a gente ajudar você a conquistar sua liberdade através de um negócio 100% online!>

Dito isso, vamos ver então os 7 passos para abrir um negócio na internet sem precisar gastar um centavo sequer!

1. Pesquise seu mercado

"Deixa eu ver aqui o que as OUTRAS pessoas querem e não só o que eu gosto de fazer..."
“Deixa eu ver aqui o que as OUTRAS pessoas querem e não só o que eu gosto de fazer…”

Ahhhh sim… Primeiro e obrigatório passo. Sem saber pra quem e o que você vai vender fica difícil, não é mesmo?

Caso você tenha dificuldades com isso, recomendo que assista ao vídeo abaixo agora mesmo. Nele dou umas dicas fundamentais para escolher o nicho de mercado para o seu negócio:

Além disso, tente sempre pensar no seguinte:

  • Prazer: há algo específico que as pessoas estão buscando para melhorar as suas vidas? Economizar tempo? Economizar dinheiro? Melhorar a qualidade de vida? Garantir mais segurança? Estabilidade financeira?
  • Dor: na outra ponta, existe alguma dor específica que alguém está passando e que você conseguiria resolver? Algum problema difícil e chato que OU você já enfrentou, ou de repente conhece alguém que passou e poderia daí ajudar?

Essas não são as únicas maneiras de encontrar um mercado. Longe disso. Mas com certeza já é um ótimo começo.

2. Crie sua oferta

"Presente pra você querido! Infelizmente não deu pra comprar o bolo!"
“Parabéns querido! O bolo vou ficar devendo porque estou tentando começar meu negócio do zero sem gastar nada!”

Definido agora seu mercado e nicho, está na hora de criar sua oferta. Aqui, a melhor dica que posso dar é a seguinte:

Tente transformar tudo em “Como Fazer…”, “Como Resolver… De Uma Vez Por Todas”, “Como…”.

TUDO que você conseguir encaixar com “Como…” fazer/resolver algo, tem bom potencial. Pelo menos mais potencial do que “Minhas Divagações Sobre Política e Futebol Nos Tempos Atuais”.

O “como” implica uma solução. E por isso você acaba falando na linguagem e no interesse da outra pessoa que você quer atender.

Minha recomendação é a seguinte:

  • Procure criar um ebook resolvendo algum problema específico de alguma pessoa (lembre-se da dica de transformar tudo em “Como…”);
  • Por ele, recomendo que você cobre um valor de $47 ou $97.

Com certeza esse preço varia MUITO. É só uma recomendação geral.

Se você tem um curso de como beber de um copo da água, bom… você provavelmente vai ter dificuldades de vender isso por $97. Não que seja impossível. Só mais difícil 🙂

Por outro lado, se você tem a cura do câncer JUNTO com os números sorteados da loteria… bom… acho que você consegue ver como $97 fica barato, não é mesmo!?

Observação: por favor… por favor não cometa o erro que vejo até gente que teoricamente não deveria cometer, cometendo.Analisar porque um ebook, ou um curso, ou um site de membros tem mais ou menos conteúdo vai ditar quanto deve ser cobrado.

Essa é a maior besteira do mundo. O tamanho não importa (para essa situação específica de Marketing Digital que estou falando. Não vai pensar besteira, hein!?) O que interessa de verdade é o conteúdo que você está entregando.

Quer prova? Volte e leia logo acima. Quanto você acha que valem 2385892 páginas sobre como beber água contra… 1 página com a cura do câncer e os números ganhadores da loteria? I rest my case, your honor.

Outra:

Pelos testes que já fiz $67 não vale muito a pena. Alguns testes que já fiz com alguns produtos e outros que já vi, $97 chegava a render MAIS do que $67. Sim, mais caro vendia mais. Por quê? Simples:

PERCEPÇÃO.

Nós, seres humanos, temos algo que não conseguimos nos livrar:

Mais caro = Mais qualidade

O que em muitos casos faz sentido, mas isso não é obrigatoriamente verdade.

Algo pode sim ser barato e ser muito bom.

Bem como algo pode ser muito caro e ser horrível.

Mas a gente não consegue desassociar isso. Por causa disso, nos parece que um ebook de $97 reais tem informações melhores do que um ebook de $67.

Só que, como dito antes, um não causa o outro. Isso pode ser verdade. “Ou não.”, Cléber Machado.

Mas por isso que se você for quebrar a barreira dos $50, é melhor pular para os $97 direto. Em 95% dos casos não vale a pena ter um preço intermediário.

Por sinal, sabe que tem um motivo do porquê $97? $99 acredito que você entenda – para não fechar $100 e ter (novamente) a PERCEPÇÃO de um valor maior, cheio, de $100. O que seria pior. Agora… por que $97!?

Ahhh tem um motivo. Mas não vou revelar agora! Rah! Continue acompanhando que em um próximo post posso falar disso. Se quiser, tente chutar porque você acha que tantas pessoas usam o final “7” nos preços. Aposto que 97% (ó ele aí de novo) usam, e não têm a mínima ideia do porquê.

Tsc tsc… jovens inocentes e sem noção…

Mas continuando aqui, na nossa jornada de como criar seu empreendimento do zero na net sem gastar nem um centavo sequer:

3. Crie seu funil

Buzzword do momento... Se você conseguir um Funil de Vendas Perpétuo Evergreen Verde Apoiador de Causas Sociais... aí sim você nunca mais precisa trabalhar!
Buzzword do momento… Se você conseguir um Funil de Vendas Perpétuo Evergreen Verde Apoiador de Causas Sociais e Defensor dos Animais… aí SIM você nunca mais precisa trabalhar!

Próximo passo é desenhar COMO exatamente as pessoas vão chegar até a sua oferta. Até a sua oferta do seu produto.

Por algum lado elas tem que entrar!

Agora… calma…

Você já percebeu que ultimamente virou modinha fazer funis pra lá de complicados!? “Funil de vendas” virou quase uma buzzword.

Se for um Funil de Vendas Verde e a favor dos direitos dos animais e das classes desfavorecidas… vixe… não tem oferta melhor na história!

Sim meu jovem, funis são sim importantes. Mas eles não precisam ser tão complicados como parecem ser. Eles podem ser até bem simples.

Aqui segue um funil de 4(+) páginas que eu recomendo que você crie pra começar seu negócio sem precisar gastar nada. Depois, em um futuro longíquo e distante vindo diretamente do “De Volta para o Futuro”, a gente expande ele. Mas por ora ele está mais do bom para começar:

  1. Página de Optin
  2. Páginas de Valor e Conteúdo
  3. Página de Vendas
  4. Parabéns

Só isso! Nada mais. Até, dá pra fazer em 3 páginas. Como? Assim:

Se a sua página de vendas tiver um vídeo de vendas bem feito – assim como a gente recomenda aqui na Máquina Automática de Vendas – então pode ser que você consiga agregar valor E ainda fazer a sua venda.

Eu mesmo estou com um novo funil assim, que está indo muito bem obrigado. Logo vou fazer umas novas aulas mostrando ele, mas por enquanto #ficaadica: não complique.

4 páginas. Ponto.

Aqui uma explicação rápida de cada uma:

  1. Página de Optin: ofereça sua Isca Digital em troca do email da pessoa. Sua isca digital deve ser algo simples e direto ao ponto. Nada muito longo. Algo que a pessoa possa “consumir” em 5 minutinhos. O meu guia de 36 ferramentas gratuitas aqui do site é um bom exemplo (é por isso que não tenho mais meu manual);
  2. Páginas de Valor e Conteúdo: aqui você agrega valor antes de pedir algo em troca. Já serve para ativar o gatilho da Reciprocidade, como nosso bom amigo Robert Cialdini nos ensinou. Agregue valor de 2 a 4 vezes, e depois peça algo em troca; sendo que esse “algo em troca” seja nada mais, nada menos daquilo que você vai oferecer na sua…
  3. Página de Vendas: sim! Essa é autoexplicativa, não é mesmo!? É aqui que você vai fazer… adivinha o que… Chutou? Siiim… VENDER! Você vai vender o que você tem. Se é um produto bom e que realmente ajuda as pessoas, é sua obrigação moral colocar na mão do maior número de pessoas que precisam da ajuda daquilo que você tem. Sem medo;
  4. Parabéns!: após a compra, uma tela simples dizendo “Parabéns pelo seu investimento! Você tomou uma ótima decisão!” Aqui reforçamos que a decisão da pessoa foi acertada e mostramos como fazer para acessar o seu produto.

Após o seu funil mega-hiper-ultra complicado de 4 páginas ser criado o que a gente faz é…

4. Crie sua lista de e-mails (ou use as alternativas)

"Yo! Quer ser meu amigo!?"
“Yo! Quer ser meu amigo… bitch!?”

Essa tem diversas maneiras de ser feita. O que recomendo é que seja com e-mail mesmo. Mas você pode fazer de outras maneiras, como o Martin fez aqui, por exemplo.

A ideia principal é a seguinte:

Você precisa de uma maneira de manter contato com as pessoas que tem ou que vão ter interesse no que você tem a oferecer.

As estatísticas e os números mudam de produto para produto, mas sabe-se que cerca de 80% das vendas ocorrem no follow up (que nada mais é do que continuar se comunicando com a pessoa que demonstrou um pouco de interesse no que você tem.

E pra isso você precisa conseguir se comunicar com elas.

Para fazer isso – como estamos falando sobre criar um negócio online do zero sem precisar investir absolutamente nada – a melhor opção que você vai ter é o MailChimp.

Isso porque eles têm um plano gratuito inicial bem bacana. Aí você consegue testar e começar a se comunicar com seus prospectos.

Depois, se quiser mudar, tem outras opções. A que eu uso e recomendo é a ActiveCampaign.

Tem tudo e mais um pouco daquilo que as outras oferecem: tags, automações, listas, CRM, etc etc.

E com um preço bem acessível.

Mas e se eu não quiser criar uma lista de e-mail?

Olha… é a maneira que recomendo e que acredito que dê mais resultado. Se você realmente não quiser isso (muito resultado com o menor esforço possível), então pode buscar outras maneiras.

Pode de repente começar um site simples no WordPress.com (esse também é gratuito e hospedado pelo próprio WordPress). Ou até um Tumblr. Ou qualquer outra opção que você queira. Depois você precisa conseguir trocar do domínio deles para um domínio próprio, só seu, mas com certas limitações (você ainda está hospedado na conta deles – só o domínio do site que aparece diferente).

Mas de novo:

Você NÃO precisa de uma lista de e-mail. O que você precisa é de uma maneira de se comunicar com seus prospectos e clientes.

Você pode fazer isso através de um grupo no facebook. Ou no YouTube. Ou Whatsapp. Ou Instagram. Ou Linkedin. Ou em um fórum. Ou seu blog (blergh – leia aqui porque eu NÃO recomendo que você COMECE com um blog).

Bora para o próximo passo!?

5. Divulgue a mensagem

Usaremos aquela antiga técnica lendária e milenar... e chinesa também... chamada "Arregaça as mangas e trabalha!"
Usaremos aquela antiga técnica lendária e milenar… e chinesa também… chamada “Arregaçar as mangas e trabalhar!”

Como. For. Possível.

“Mas onde? Como? Quando? Quem?”

Não sei. Muda muito de nicho pra nicho. De mercado pra mercado. Mas você tem que tentar conseguir divulgar sua mensagem de todas as maneiras que forem possíveis. Nem que você precise mandar sinal de fumaça!

Aqui segue umas maneiras recomendadas para você começar:

Lembrando: ou você investe tempo ou dinheiro. Como aqui é sem investir nada, então vamos investir nosso tempo para divulgar. Depois, o que recomendo é que você REINVISTA tudo o que ganhar de volta no seu negócio. Ou faça uma doação pra mim. Qualquer uma das 2 alternativas está ótimo.

  • Blogs
  • Fóruns
  • Grupos de Facebook
  • Grupos de Linkedin
  • Instagram
  • Agregadores de Conteúdo
  • Guest Posts

Essas são só algumas para começar. Tem ZILHÕES de outras maneiras. Na verdade tem mais 64 maneiras de como conseguir mais tráfego. E coloquei todas elas no guia abaixo:

Precisando de Mais Tráfego?

Guia Gratuito Revela: As 64 Melhores Fontes de Tráfego pro Seu Site>

Por sinal, guest posts.

Essa é outra palavra (ou palavraS) que por um tempo também tinham se transformado em uma buzzword. Principalmente pra galera do SEO. Imagina só se juntássemos com a anterior:

Funil De Vendas Verde E a Favor Dos Direitos Dos Animais E Das Classes Desfavorecidas Criado Através de Guest Posts

Elele hein… Que coisa linda!

Mas falando sério:

Guest posts valem muito a pena. Tanto pra SEO como pra tráfego direto (o principal que você deve olhar quando está começando).

Há sites enormes com MUITO tráfego que aceitam guest posts. Alguns mais fáceis, outros mais difíceis de aceitar o seu artigo.

Eu, por exemplo, tenho um artigo publicado no PapoDeHomem e outro no Administradores. Não é difícil. Novamente: tempo ou dinheiro. Se você não tem dinheiro pra investir agora, então invista seu tempo.

Observação: depois que você começar a ter retorno com o seu negócio, o que recomendo é, como foi dito anteriormente, que você reinvista seu precioso dinheiro de novo no seu negócio. Porque é o investimento que mais vale a pena! E de início eu recomendaria investir em tráfego. Sim, pagar para as pessoas chegarem ao seu site. Tem mil e uma maneira de fazer isso, claro.

A que hoje está funcionando melhor é o Facebook em si: barato e bem fácil de começar. Mas tem que saber o que está fazendo. Se você tem interesse nisso, então fique de olho no seu e-mail semana que vem, pois vou falar mais sobre isso passando algumas dicas.

Em seguida, depois de começar a conseguir tráfego, o que você deve fazer é…

6. Arranje parcerias

"Vem que é bom!", disse o cara depois de pular na piscina de água fria ou depois de casar
“Vem que é bom!”, disse o cara depois de pular na piscina de água fria ou depois de casar

Sim, nada melhor do que parcerias para CATAPULTAR nosso alcance e velocidade.

Mas não faça como 95% dos emails que recebo falando de “parcerias”:

“Oi Bruno! Tudo bem!? Olha só… estava aqui com uma ideia de parceria! É assim: não tenho nada, absolutamente nada, nunca fiz e nem tentei nada. No máximo tenho uma ideia. Você entra com o tráfego, divulgação, trabalho de anos que você já fez e depois a gente divide 50/50. Que tal!?

Thanks… but no thanks.

Não me leve a mal, mas se a sua ideia é tão boa, ponha a bendita ideia em prática antes, veja se funciona e depois procure parcerias. Comigo ou com quem for.

“Mas Brunooo… aí você vai perder a incrível chance de ganhar 50% da minha super ideia! Tem certeza!?”

Tenho. Fica tranquilo. Pode ficar com 100% do que a sua ideia gerar pra você 🙂 Viu que cara legal que eu sou!?

Essa de “vamos fazer uma parceria” – pelo menos desse jeito – é pedir pra se queimar logo na largada. Por favor, não faça isso.

Se você realmente quer fazer uma parceria e já tem algo que pode realmente ajudar a outra pessoa, siga esses passos:

  1. Faça algo pela pessoa;
  2. Fale pra ela o que você fez – sem pedir NADA em troca;
  3. Tente combinar uma divulgação que seja vantajosa pra ela e pra você.

Frase-chave: pra ELA e pra você.

Se você conseguir primeiro que seja vantagem pra ela só, melhor ainda! Depois com calma, você vai ver como VOCÊ pode receber algo em troca. (Nunca falei que era fácil. É bem simples, mas não necessariamente fácil.)

Principalmente pra OUTRA pessoa.

Porque aí você aciona o mesmo gatilho que usamos lá em cima na hora de agregar valor: RECIPROCIDADE.

Depois de feito isso, o próximo passo é:

7. Otimize e Repita

Você está a UMA BOA OFERTA do sucesso e da liberdade financeira, de tempo e de local
Você está a UMA BOA OFERTA do sucesso e da liberdade financeira, de tempo e de local

Será que dá pra melhorar sua taxa de optin?

E a conversão do seu vídeo? Será que dá pra melhorar?

Só atenção ao seguinte: não caia na armadilha que eu vejo muita gente cair:

Achar que criar novos produtos é a resposta para ter mais dinheiro no bolso.

Não meu jovem, não…

Aqui vai uma verdade que quero que você grave na sua cabeça para o sempre e todo o sempre:

Você está a UMA BOA OFERTA da sua liberdade financeira, de tempo e de local.

Uma boa oferta.

Um bom produto.

Você não precisa zilhões de ofertas. E sei lá quantos produtos. E funis complicados. Não. Você precisa de UMA boa oferta. Com um funil simples e direto ao ponto (lembra das 4 páginas que você precisa? Talvez 3?)

Então, o que quero dizer com isso? Simples:

Antes de sair criando novos produtos, ou tentando expandir onde não deve, amplie onde é mais fácil com o maior ROI (com ou sem investimentos):

  • Será que não dá pra trocar sua isca digital?
  • E seu follow up dos seus autoresponders… será que não dá pra melhorar?
  • Será que você não consegue trocar o gancho do seu mercado?

Exemplo: para negócios online.

Eu posso fazer uma mensagem mais voltada para pessoas mais jovens que querem poder viajar o mundo como eu fiz. Tudo financiado através do seu negócio online.

OU quem sabe para mães donas de casa que querem passar mais tempo com seus filhos!? Pode ser uma boa também…

OU quem sabe médicos que estão cansados da correria e querem poder ter seu negócio próprio em casa?

E a lista segue.

Você também tem algo assim no seu mercado.

Claro, o ideal é você começar atendendo UM, e bem específico. Até, como dica:

Tudo o que você escrever e fizer, faça como se estivesse falando com UMA pessoa só. E que essa seja SEMPRE a mesma para toda as suas mensagens, emails vídeos, etc. etc.

É o que a gente chama de Avatar. E não é o filme.

Conclusão

Esses foram então os 7 passos para criar um negócio online, partindo do zero, e sem precisar gastar nada.

Como falei, você tem 2 ativos de início que pode gastar:

Tempo OU Dinheiro.

Se você não tem muito dinheiro, então precisa investir mais tempo.

Depois, pouco a pouco, o recomendado é que você invista seu dinheiro no seu negócio. Isso porque vai facilitar muito a sua vida e acelerar os resultados.

Mas, como você viu aqui: isso não é obrigatório.

Você pode muito bem começar um negócio absolutamente do zero, não investindo nem gastando nada e… ainda assim… ganhar até R$ 8.513,98 reais no primeiro mês do seu produto!

Não seria uma boa!?

Quer saber como fazer isso!?

Então recomendo que dê uma olhada na entrevista que gravei com o Martin.

O Martin foi aluno do meu curso, o Empreendimentos Digitais Altamente Lucrativos, e com os conhecimentos do curso montou um negócio 100% online sem gastar nada.

Você pode ver a entrevista no link abaixo:

» Clique AQUI pra ver como o Martin criou um negócio do zero sem gastar nada

Depois, se você quiser, pode dar uma olhada no meu curso completo – o Empreendimentos Digitais Altamente Lucrativos.

O link pra ele está na página ali, mas incluo aqui abaixo também caso você queira ir direto pra ele:

» Clique AQUI para saber mais sobre o curso oficial do site

Fora isso, qualquer dúvida ou comentário, só falar abaixo!

Estaremos aí para continuar a conversa nos comentários!

Grande abraço!
-Bruno “Partindo do Zero” Picinini

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+