3 Dicas de Como Lidar Com Os Problemas na Sua Vida

Como diria Tony Robbins:

“As únicas pessoas que não tem problemas estão no cemitério.”

Muitos até acham que conforme o negócio cresce, os problemas diminuem. A verdade é o contrário:

Eles aumentam. E bastante.

Começam a tomar outra escala. E se você erra, o tombo pode ser ainda maior.

Sabe o que muda?

VOCÊ.

Você agora aguenta muito mais porradas que antes. E isso faz toda diferença.

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

3 Dicas De Como Lidar Com Os Problemas Na Sua Vida

Opa! Bruno Picinini por aqui, autor e fundador do projeto Férias Sem Fim. No vídeo de hoje quero passar 3 dias de como lidar com e resolver problemas nas nossas vidas, nos nossos negócios e em tudo mais em que podemos encostar ou alcançar.

Eu estava no Brasil durante o período de Natal e Ano Novo. Fazia uns dois anos que eu não passava Natal e Ano Novo aqui com a família. Vindo para cá eu vi uma cena que há muito tempo eu brincava como se isso fosse acontecer… Mas isso que era antes uma piada, se realizou.

Tem uma estrada para vir para o litoral. É a Rota do Sol, que vem da serra para o litoral. No meio da estrada tem uma parte que está há anos sem ser concertada. É como se fosse um quebra-molas invertido, mas muito maior que um quebra-molas.

Se você está vindo rápido e não sabe que tem esse declive tão forte, com certeza você arrebentará o cárter. É perigoso para caramba! Aquilo está desse jeito faz anos e anos. Aí você pensa: “Imagine que vão deixar desse jeito! Alguém virá concertar. Alguém pode perder o carro!”

Sabe o que eles fizeram? Em vez de arrumar o problema, eles colocaram uma placa dizendo: “Cuidado! Declive a 100 metros.” Depois, mais uma placa “Aqui, o tal do declive. Dirija com cuidado.”

Isso é lá jeito de se concertar as coisas? Em vez de concertar o bendito declive, colocam uma placa antes. Por que não concertam a porcaria da estrada? É perigoso para caramba. Quem está acostumado, sabe do perigo que é. Mas para quem não conhece a estrada, é um perigo constante.

Então, como dica do que não fazer quando você tiver um problema num negócio, você não simplesmente avisa as pessoas “olha, esse é o problema que vou ter.” Ou até quando você fala para você mesmo “não tem como fazer o anúncio rodar.”

O que você não deve fazer é simplesmente aceitar essas coisas e deixar por isso. Vai lá e resolve. A primeira dica é: resolva os problemas. Admitir que tem o problema é só o primeiro passo. Vai lá e resolve bem resolvido. Não faça nas coxas. Não faça mais ou menos e tenha que voltar e refazer.

Muita gente fala com orgulho e rindo do jeitinho brasileiro. Isso ajuda em 10% ou 20% das situações. Resolve para não dificultar uma coisa que pode ser resolvida de maneira simples. Mas em 80% ou 90% o jeitinho brasileiro é o que mais ferra nosso país.

Em vez de resolvermos nossos problemas, nós colocamos uma placa. Isso não é jeito de resolver. Não faça isso no seu negócio. Quando tiver um problema, resolva.

A segunda dica é um pouco do que eu falei no outro vídeo sobre responsabilidade. Existem muitos problemas que vão surgir nas nossas vidas e nos nossos negócios que não são exatamente a nossa culpa: a situação do governo, a situação da economia.

Não é minha culpa que aquele buraco está daquele jeito. Aquilo é ridículo, sinceramente. Mas quando as coisas estão afetando meu negócio, eu não vou ficar chorando e botando a culpa em todo mundo. Eu vou assumir a responsabilidade. Quando começou a crise eu já falava sobre isso, porque é o que eu faço.

Beleza, a situação está péssima e os números estão todos despencando.  O que eu como empresário e empreendedor posso fazer a respeito? O que eu não vou fazer é ficar chorando, dizendo que o mundo é injusto e cruel e deixando meu negócio ir para o brejo.

Eu vejo a crise como uma oportunidade de limpar as coisas e tirar todos aqueles gastos que temos. São gastos inúteis… Aquela nova ferramenta de mídias sociais que vai automatizar não sei o que… Corte essas coisas, limpe o negócio e aprenda a fazer um marketing bem feito. Se meu negócio não somente funcionar, mas crescer durante um período de “crise”, as chances são que ele vai mais longe ainda.

Acho que foi o Warren Buffett que disse que crise é como a maré baixa. Quando a maré baixa, vemos quem está nadando pelado. Quando a crise bate a gente vê quem realmente sabe o que está fazendo.

É como bolsa de valores. Quando a bolsa está subindo, qualquer estratégia funciona. Aparecem zilhões de gurus falando coisas – fica fácil. Mas quando crise bate e está indo para baixo ou lateral, aí sim que os negócios de verdade começam a aparecer porque a empresa tem que estar funcionando.

A terceira dica é parecida com a que falei na primeira. O problema que citei da estrada… Sinceramente, não farei nada a respeito porque nem uso essa estrada tanto assim. Mas acho um absurdo. Quem usa mais deveria fazer alguma coisa a respeito e não aceitar essa “solução”.

Quando os problemas surgirem nos seus negócios, não aceite quando as pessoas disserem “não tem o que fazer” ou “não há solução”. Não aceite isso! Todas as alternativas já foram tentadas? Realmente não tem o que fazer?

Já vi isso acontecer com softwares e programas que eu uso. Eu quero fazer uma coisa e dizem que não dá para fazer. Aí eu contrato um programador por fora e o cara magicamente resolve exatamente aquilo que eu precisava. Então, às vezes é só uma questão só de vontade.

Não é que não dá para fazer. A pessoa não quer nesse momento, e com essa vontade que ela tem, fazer. Mas se eu tiver uma outra pessoa, de repente acontece.

Isso não é somente para os problemas que as outras pessoas passam para você. Cuidado principalmente com as mentiras que você mesmo conta.

Outro dia vi um cara falando que temos que tomar muito cuidado para não nos enganarmos. Nós somos as pessoas mais fáceis de sermos enganadas naquela conversa que temos com nós mesmos sobre o que é verdade, mentira, e do que funciona ou não.

Então, cuidado com os problemas que você mesmo cria no seu negócio. “Não dá para vender com webminário, lançamento ou com produtos caros na internet.” Talvez não funcione para você, mas não significa que não funciona para os outros.

Então, sempre vale testar e não aceitar qualquer coisa quando simplesmente jogam um fator assim. E não faça como fizeram na estrada. Não coloque uma placa para resolver um problema: “Problema à vista. Cuidado com o buraco.” Essa não é a maneira certa de resolver.

Esse era o vídeo que eu queria fazer hoje. Queria falar um pouco mais sobre essa situação engraçada – para não dizer triste – dessa placa. Também queria passar mais dicas que conectavam com empreendedorismo e marketing digital na nossas vidas e negócios.

Vou ficando por aqui. Se você gostou do vídeo, pode clicar no joinha. Também clique num dos botões para se inscrever no canal e receber uma notificação de todos os próximos vídeos que eu postar.

Depois eu recomendo que você visite o FeriasSemFim.com. Lá tem um treinamento online gratuito que você pode participar e aprender um pouco mais sobre os meus negócios com o estudo de caso meu e de outros clientes. Nós criamos negócios online 100% do zero.

Então, é isso. Vou ficando por aqui. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+