Quanto Tempo Estudar e Quanto EXECUTAR?

Pouca informação e você corre o risco de fazer tudo errado…

Informação demais e você corre o risco de não parar de analisar e agir de menos…

Qual o equilíbrio então?

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

Quanto Tempo Estudar E Quanto Tempo Executar?

Opa! Bruno Picinini por aqui. No episódio de hoje vou falar sobre quanto tempo se dedicar a estudar, analisar e pensar sobre nosso negócio e quanto tempo para executar essas ideias que pensamos.

É uma decisão para lá de importante. Tem os dois extremos de cada um dos negócios e nenhum dos dois extremos é bom. Se você só estudar, só analisar… Sendo aquele tiozão do fim de semana que um dia vai colocar em prática todas aquelas ideias… Não vai adiantar nada.

Você precisa do feedback do mundo real para que as lições que você aprendeu sejam realmente validadas. Só porque você leu, não significa nada. Ler e aprender significam quase nada. Se você não colocar em prática, para realmente entender e analisar aquela técnica de copy, anúncios, vendas, ofertas… Você vai achar que entendeu quando não entendeu de verdade.

Mas o outro extremo também não é bom. O outro extremo é quando você só executa demais. Você não para para fazer as coisas pensadas, com estratégia, propósito e direção. Aí você faz um monte de coisas, espalhando para todos os lados e nenhuma que realmente te coloca num caminho certo, que realmente vai te dar resultados em longo prazo.

Qual que seria a proporção ideal para não estudar muito nem executar demais? Nenhum dos dois extremos é bom. Quando você for começar um novo projeto, que pode ser uma nova oferta dentro de um negócio já existente, ou um negócio completamente do zero, passe 80% ou 90% do tempo estudando como criar aquela oferta.

Você quer ter as melhores informações para, na hora de executar, executar bem. Acho que foi Abraham Lincoln que disse que se tivesse 10 horas para cortar uma árvore ele passaria de 6 a 8 só afiando o machado para depois fazer o trabalho mais facilmente. Isso faz sentido.

Prepare bem o terreno para saber para onde você vai querer direcionar seus esforços. Faça com estratégia, com propósito, para se encaixar na sua visão geral de vida e não simplesmente dar um tiro porque pareceu uma boa oportunidade.

Na maioria das boas oportunidades você terá que dizer um belo “não”. Faz parte do amadurecimento como empreendedor dizer mais não do que sim. É a coisa mais natural do mundo. Conforme você evolui, você diz muito mais não do que sim a oportunidades que vão aparecer na sua frente, porque você simplesmente não tem como fazer todas elas.

Então, em primeiro lugar aprenda a dizer esse “não”. Estude para dar seu tiro certo e depois você passa para o modo execução. Durante o modo execução, vai ter uma transição. Se você já tem informações suficientes, coloque em prática tudo aquilo.

Veja o que acontece e tenha um feedback real para saber se aquela é uma boa ideia. “Tive uma ideia de um novo produto.” Não é para fazer de qualquer jeito, mas não faça exageradamente bem.

Faça uma página do jeito que der. Não é para fazer algo feio, mas sim algo simples e direto. Coloque no ar para ter feedback real das pessoas.

Talvez você descubra que ninguém quer seu produto. Para que você iria gastar um tempão criando o maior curso do mundo se ninguém vai comprar?

Talvez era quase aquilo, mas as pessoas começam a dar dicas e solução para que você faça algo ainda melhor. Aí você já pode adaptar. Você não perderá um tempão fazendo algo que as pessoas não queriam. Você terá o feedback real das pessoas.

Quando você estiver nessa fase de mais execução… Geralmente não é assim: “Estudei. Sei minha oferta. Botei no ar e não preciso mais fazer nada.” Muito pelo contrário.

Você vai colocar no ar e começará a ter feedback de todos os tipos. O CTR dos seus anúncios, quanto é um clique, quantos comentários, quantos compraram, quanto foi embolsado, o que está acontecendo, do que as pessoas gostam ou não gostam. Isso tudo vai te ajudar a melhorar seu marketing e produto.

Esses dias eu estava falando com o Vitor e tive a ideia desse vídeo. Ele fala que tem que ser no mínimo uma proporção de 1 para 1. Esse é o mínimo. O tempo que você passar estudando, você põe em prática.

Mas eu acho que muitas vezes isso pode ser pouco. Às vezes a gente menospreza quanto a gente sabe. A gente acha que sempre falta o grande segredo e por isso temos que estudar tanto. A verdade é que só temos que colocar a cara a tapa, ver o feedback e adaptar.

Chega num ponto que nem eu sei muito para meu negócio. Eu vou errar 10 vezes e na décima primeira eu acerto em cheio e vou escalar. Mas não adianta. Eu vou ter que colocar lá e ver o que acontece. Não vou conseguir adivinhar só pensando e olhando para o céu. Tem que tentar.

Então, 1 para 1 um acho perigoso numa fase de transição. Depois eu diria de 2 a 3 vezes execução para estudo, pelo menos. Então, se você estudou uma hora, pelo menos 2 ou 3 horas aplicando.

Se você estudou à noite 2 horas, no outro dia é execução. Senão você cai na armadilha de ficar muito tempo estudando e querendo aprender coisas novas quando você nem conseguiu colocar em prática aquilo que você aprendeu antes.

Pare de aprender coisas novas e ponha aquela boa ideia que você teve em prática. Assim você começa a ter resultado dela e depois você tenta outras coisas novas. Essa que é a melhor maneira.

Essa era a dica que eu queria passar para você hoje. Se você gostaria de ter seu negócio online e quer uma ajuda, eu recomendo que você visite FeriarSemFim.com. Lá tem um treinamento gratuito do qual você pode participar e de repente receber um convite para participar da nossa comunidade. Lá nós nos ajudamos a criar esse tal de negócio online. Às vezes ele parece ser complicado, mas é questão de seguir um passo a passo comprovado para ter bons resultados.

Depois clique no joinha no vídeo. Também clique no botão para assinar o canal e receber uma notificação dos próximos vídeos que eu postar. Acredito que por hoje é só.

Grande abraço. Até o próximo vídeo e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+