O Que Inspira Você A Lutar Todos Dias?

Esse é um assunto pouco falado, mas que considero fundamental.

O que inspira você?

O que inspira você a fazer mais?

O que inspira você a lutar todos dias?

Porque é dessa pergunta que vai surgir sua vontade. Sua energia. Sua chama.

Sem ela fica mais difícil. Cinza. Chato.

O problema é: onde achar inspiração?

E nem falo de inspiração para um artista. Que precisa daquela tal ideia pra pintar um quadro. Digo mais no sentido de motivação mesmo:

O que inspira você a se tornar uma pessoa melhor do que você era ontem?

Essa é a pergunta chave.

Não tenho uma fórmula 1-2-3 pra passar pra você. O máximo que posso fazer é passar o que funciona pra mim.

Talvez funcione pra você também.

Depois de assistir ao vídeo, participe e deixe nos comentários abaixo a resposta da pergunta:

O que inspira você?

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

O Que Inspira Você A Lutar Todos Os Dias?

Opa! Bruno Picinini por aqui. Eu queria fazer uma pergunta para você. O que inspira a fazer mais e ser melhor dia após dia? Esses tempos eu estava pensando sobre o assunto. Nós falamos muito sobre motivação, querer melhorar, objetivos, metas, performance…

Uma outra maneira de encarar tudo isso é através da inspiração. Eu fui analisar o que me inspira como pessoa e como empreendedor a melhorar dia após dia no meu trabalho. O que me motiva querer dar aquele passo adiante mesmo não precisando mais só pela questão de dinheiro? O que me faz realizar algo só pelo gosto da coisa?

Felizmente, hoje eu posso dizer que consegui alcançar minha liberdade financeira. Eu não dependo mais de ter que trabalhar todos os dias para sustentar meu estilo de vida. Se eu parasse hoje, não vou dizer que duraria pelo resto da eternidade, mas, com as coisas que eu me dediquei para montar, eu com certeza conseguiria viver muito bem.

Então, eu não faço mais só pelo dinheiro (e já faz um bom tempo que não faço só por isso). Algumas pessoas, quando começam, fazem para resolver alguma dívida ou para ter mais liberdade.

Eu acho um erro a frase “faça o que você ama e o dinheiro vem.” Fazer o que você ama quando você está atolado em dívidas, não tem liberdade, sua qualidade de vida está lá embaixo, e você está fazendo o que você não gosta… não é nada fácil. Eu prefiro primeiramente resolver isso para depois procurar melhor o que eu realmente gosto de fazer. É claro que, se eu conseguir juntar os dois, melhor ainda.

Felizmente, hoje eu trabalho com algo que eu gosto demais. Eu gosto muito de trabalhar com empreendedorismo, marketing, copywriting e tudo isso. Acho que uma das coisas que me inspiram é a liberdade de poder trabalhar de onde e quando eu quero.

Eu me lembro muito bem disso. Quando eu comecei a considerar a ideia de ter um negócio online, era principalmente porque eu queria viajar (um dos meus hobbies preferidos). Eu também queria trabalhar de onde eu quisesse, escolhendo meus horários e com quem eu iria trabalhar.

Eu queria definir meu caminho, assumindo a responsabilidade dos meus erros e acertos, sem estar à mercê de um chefe ditando o que eu devo ou não fazer. Essa foi uma das primeiras coisas que mais me inspirou.

Eu tinha sonhos de conhecer terras distantes, por isso eu passei um ano inteiro passeando pelo sudeste da Ásia. Foi uma das melhores experiências de vida que eu já tive. Essa liberdade e qualidade de vida me inspiravam demais. Mas eu queria poder construir um legado, ajudando outras pessoas nesse processo.

Esse foi o começo. Muito disso eu ainda tenho hoje. A parte de ajudar outras pessoas só cresceu. Depois de chegar num certo nível com meus negócios (e de realização pessoal e profissional) eu já não tenho mais tanto foco na liberdade em si – não porque ela não vale a pena. Mas por exemplo: você não tem o foco de botar comida na mesa.

Essa é uma necessidade básica que deveria ser atendida para todos, mas, infelizmente, ainda existem pessoas vivendo em pobreza e passando fome – mas acredito que se você está vendo esse vídeo pela internet, tem condições de colocar comida na mesa. Então, você não precisa se preocupar tanto com isso.

Para mim, é parecido. Eu já consegui minha liberdade. Meu negócio é estável. Eu sei quanto vai entrar e sair. Eu tenho controle do que vai acontecer com minha empresa. Então, a liberdade não é algo que está sempre na minha cabeça. Eu consegui alcança-la. Mas se por algum motivo me tirassem ela, ela voltaria a ser meu foco número 1. A liberdade e o lifestyle são as duas coisas que mais valem a pena nessa vida.

Hoje eu tenho mais foco no legado e nas coisas que eu possa passar para outras pessoas. Eu quero ajudar as pessoas a fazer. Por isso que tenho o projeto do Férias Sem Fim. Caso você não conheça, é endereço é FeriasSemFim.com (vou colocar um link aqui para você visitar). Esse tipo de legado começou a me inspirar mais. Isso é um passo além.

Outra coisa que me inspira bastante é a minha família. Eu contei isso esses dias numa aula. Eu queria ter certeza que se alguma coisa acontecesse com minha família, eu teria as condições financeiras para ajuda-los.

Cansei de ver meus pais trabalhando tanto e eu queria devolver. Eu queria poder chegar neles e falar: “agora deixa comigo”. Se eles querem continuar trabalhando é porque gostam de se sentirem úteis, e isso não tem problema nenhum. Mas dinheiro, se precisar, deixa que eu resolvo. É muito bom poder dizer isso. É uma liberdade financeira para mim e para as pessoas com as quais eu me importo.

Isso está sempre na minha cabeça. Mas é algo que eu já consegui resolver. Não é tanto uma prioridade. Eu sei que eu tenho condições financeiras de os ajudar no que eles precisarem. Mas, da mesma forma, se tirassem essa habilidade que eu tenho de os ajudar, isso voltaria a ser minha prioridade e inspiração.

Estou falando alguns objetivos que eu já tive ao longo da minha carreira e jornada que me motivaram a fazer mais. Você deve ter alguma coisa parecida. Talvez você tenha pessoas importantes para você, pelas quais você quer lutar. Como eu, você pode começar por sua liberdade e depois ajudar os outros.

Existem outras coisas que me inspiram bastante também. Às vezes você encontra pessoas trabalhando, praticando um esporte ou um hobby com excelência – no “estado da arte”. Pode ser qualquer coisa: andar de skate, desenhar, atuação, canto, violão… o que for. Me inspira demais ver pessoas superando os limites do comum e indo um passo além.

Eu sigo diversos perfis no Instagram sobre isso. Tem um vídeo no YouTube chamado “People Are Awesome” – acho que em português está como “Pessoas são Incríveis”. É muito bacana ver algumas pessoas levando os limites do corpo humano para o próximo patamar. As pessoas fazem coisas simplesmente sensacionais. E isso me inspira muito!

Por isso, na minha área de atuação (empreendedorismo, marketing, copywriting), eu me dedico com todas as minha forças para ser o melhor que eu posso ser. Isso que me inspira de verdade.

Eu já falei isso em outros vídeos, mas é uma recomendação que vale a pena repetir: o seu único concorrente é você mesmo. Você não tem que comparar quanto você ganha com quanto ganha fulano ou beltrano. Sempre terá alguém (tipo o Warren Buffett) que ganhará mais. Não interessa!

O que é importante é o que você ganha e de que maneira. Muitos ganham muito dinheiro e têm uma vida miserável. Eu não queria isso para mim. Eu prefiro ter um equilíbrio. Quero ter resultados, mas aproveitando uma boa vida.

É por isso que é importante considerar o que inspira você, o que é importante para você. Entenda que o seu pior inimigo e maior concorrente é você e os limites que sua cabeça coloca. É muito fácil se perder quando as coisas não estão indo 100%. Nesses momentos, costumamos olhar o que os outros conseguiram e achar que estamos fazendo tudo errado – mas isso não é verdade. É só mais uma peça que os nossos cérebros gostam de pregar na gente.

Eu falei um pouco das coisas que eu gosto e que me inspiraram na minha vida. Elas continuam me inspirando até hoje para a realização pessoal e profissional. Acho que isso que gera mais motivação, com mais motivação você tem mais ação, que por sua vez gera resultados, que te dão confiança para fazer mais e mais. Isso se torna um “círculo vicioso ascendente”.

Você se viciará em ter resultados. Isso gera mais ação, que gera resultados novamente… E com isso você melhora e cresce na sua vida.

Essas são coisas que me inspiram. Gostaria de te perguntar o que te inspira a fazer mais. O que te leva a acordar todos os dias para batalhar pelos seus sonhos, pelos seus objetivos e pelas suas metas? O que te leva a estar lá, todos os dias, derramando suor para alcançar esses objetivos?

Deixe seu comentário aqui para a gente conversar um pouco mais. Tenho curiosidade de saber o que inspira cada pessoa a lutar todos os dias.

Depois, clique no botão aqui abaixo para dar um joinha no vídeo, caso você tenha curtido. Também clique no botão para assinar o canal e receber uma notificação dos próximos vídeos que eu postar.

Este vídeo vai ficando por aqui. A gente se vê na próxima oportunidade. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+