Como Definir Metas Que Você Cumpre de Verdade

Metas e objetivos.

No fim do ano a gente define um monte de metas do que queremos não é?

Perder peso… Ganhar dinheiro… Correr uma maratona… E a lista segue.

Mas por que diabos 3 ou 4 meses depois (se isso) já nem lembramos mais o que tínhamos estabelecido como metas?!

Seria falta de disciplina? Motivação? Persistência?

Talvez.

Talvez todos misturados.

Para ajudar você a resolver isso fiz esse vídeo.

É como eu defino e encaro as minhas metas. Seja pela parte profissional ou pessoal.

Dá uma olhada e depois me diga abaixo o que achou:

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

Como Definir Metas Que Você Cumpre De Verdade

Opa! Bruno Picinini por aqui. Nesse episódio de hoje quero te passar uma dica de como estabelecer metas que você realmente cumpre. Quando chega o final do ano, estabelecemos milhões de metas: vou construir minha própria pirâmide no meio de São Paulo, vou perder peso, vou criar meu negócio online… Mas 3 ou 4 meses depois metade dessas metas foram abandonadas.

Isso acontece por diversos motivos, como procrastinação, falta de comprometimento ou falta de disciplina. Mas existem algumas maneiras de estabelecer essas metas de uma maneira que elas realmente se realizem. Esse é o assunto do episódio de hoje.

Eu estava falando com minha namorada sobre isso. Ela está começando o negócio online dela agora e estava vendo como iria estabelecer os objetivos para o negócio dela. Ela disse “eu quero ganhar X”. Até aí, beleza.

A maioria das pessoas falam “quero ter um milhão de reais no banco”, “eu quero ganhar 15 mil reais por mês”. Cada um sabe o seu valor e o quanto quer ganhar nessa vida. O problema é que, muitas vezes, esses objetivos são muito genéricos – eles não têm um grau de veracidade forte o suficiente para ficar na nossa memória dia após dia.

Eu vou dar um exemplo de um negócio online, mas você pode adaptar para o que bem entender. Vamos supor que você queira ganhar 10 mil reais online por mês. O que significa esses 10 mil por mês?

Qual é o valor do seu produto? Quanto você precisa vender dele para fazer esses 10 mil reais por mês? Se seu produto custa 100, 200 ou 700 reais, não interessa. Não vou fazer contas aqui ao vivo porque com certeza vou errar na matemática e isso vai sair feio no vídeo. Mas vamos supor que você tenha que vender 300 cópias por mês daquele produto.

Isso significa que você deve vender 10 cópias por dia para atingir seu objetivo. Esse é um número muito mais fácil de controlar. Então, começamos com o valor da meta que queremos alcançar. Daí vamos voltar até chegar nos números que consigamos medir para guiar nossos negócios.

Trezentas cópias por mês para chegar num valor de 15 mil reais, por exemplo. Para isso, preciso de 10 produtos por dia. Vender 10 produtos por dia é muito mais tangível do que “ganhar 1 milhão de reais”. É uma meta clara e específica. Você vendeu 10 produtos por dia ou não vendeu. Talvez você venda 12 produtos num dia e no outro 8, mas a média é que vale.

Quantas pessoas precisam chegar no meu site para que essa meta se realize? Se você tem uma meta de vender 300 mês (10 por dia), você precisa de uma conversão X. Então, vamos supor que você precise de 200 a 500 pessoas por dia chegando na sua página de vendas para conseguir essa quantidade de vendas.

Com 500 pessoas chegando na sua página de vendas, quantas opt-ins você precisa que entrem no seu funil por dia para atingir seu objetivo de vendas? Com isso, você vai definindo seus números e metas de uma maneira mais tangível.

Você não vai ganhar 10 mil num passe de mágica. Mas você pode trabalhar nos números que vão gerar os 10 mil. Ou seja: produtos vendidos, pessoas visitando seu site, emails disparados, aberturas, cliques… é nisso que você deve focar.

Então, comece pelo número que você quer chegar, recue, veja quantas cópias do seu produto você precisa vender, estabeleça quantas pessoas precisam visitar seu site e daí veja quantos cliques no seu anúncio (ou de tráfego gratuito) você precisa.

Daí, ao invés de ficar lembrando sua meta de “ganhar 10 mil por mês”, você pode focar nesse número tangível e específico no qual você pode trabalhar. “Hoje no meu canal no YouTube vieram 15 cliques. Para eu atingir meu objetivo, preciso de 100. Faltaram 85. O que eu preciso fazer para conseguir esses 85 cliques?”

Quando você chegar aos 100 cliques por dia, que teoricamente era sua meta final, você deve avaliar se isso está gerando os 10 mil por mês, como era seu objetivo. Se sim, ótimo, você acertou sua conta. Mas, geralmente, não é bem assim.

Normalmente, se você acha que precisa de 100 cliques com uma conversão de 2%… a conversão pode ser de 1%. Por isso sempre recomendamos que as pessoas chutem para baixo. Se você acha que precisa de 200 pessoas, consiga 400. Se você acha que sua conversão será de 1%, chute que ela será de 0,5%.

A gente tende a superestimar o quão bom somos. Geralmente os números vão ao contrário do que esperamos que eles sejam. Então, coloque números mais tangíveis e bem específicos. Assim, você conseguirá, dia após dia, mensurar. Depois, compare para ver se o resultado final corresponde. Se não corresponder, ajuste os números.

“Não eram 100 visitas… eu precisava de 200.” Ótimo! Agora esse é o número no qual você deve trabalhar ao invés de ficar sonhando que alguém um dia chegará e te dará 10 mil, como num passe de mágica. Não é assim que funciona.

Essa era a dica que eu queria passar para você hoje. Se você gostou do vídeo, clique num dos botões abaixo para dar um joinha. Também aperte no botão aqui do lado para se cadastrar no canal e receber uma notificação de quando eu postar os próximos vídeos.

Depois, recomendo que você visite o FeriasSemFim.com. Lá você terá uma aula online gratuita para criar seu negócio online do zero, caso você queira melhorar os seus resultados.

Esse era o vídeo de hoje. Vou ficando por aqui. Um grande abraço.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+