Como planejar e iniciar um empreendimento com o modelo SaaS

Segui aqui um dos e-mails que troquei com um dos clientes que estou realizando a consultoria que estou oferecendo aqui no site.

Achei bastante interessante a ideia dele e também acredito já ser um bom exemplo de como posso ajudar através da consultoria e suporte.

Vamos primeiramente ver o e-mail que ele me mandou:

Olá Bruno, tudo bem?

Cara, estou com estas ideias sobre alguns projetos que gostaria de desenvolver e gostaria de sua opinião:

Comecei a mexer um pouco no MS Access, queria inventar uma programação para fazer orçamento de obras mais fácil.

Pesquisei alguns softwares no mercado, mas a grande maioria deles é pago e são mais voltados para grandes obras (seria usado mais para engenheiros).

Achei alguns softwares bem básicos, porém básico demais.

Sei que não vou achar nenhum que supra todas as minhas necessidades. Mas tenho na cabeça bolar um software que seja ideal para escritórios de arquitetura especificamente, que não seja tão modesto como alguns que encontrei (como nesse site www.nossacasanosite.com.br) nem tão complicado como um Volare da PINI ou o ORSE da faculdade e Sergipe.

Eu acho que é um produto para ser desenvolvido a médio prazo, ou um aplicativo personalizado para uma empresa.

Com certeza quando a nossa empresa tiver fluxo de caixa suficiente, iremos investir num software que faça os orçamentos que precisamos.

Mas por enquanto o que aprendi é que daria para bolar uma programação básica para ao menos criar um banco de dados com alguns dos preços de insumos que mais utilizamos numa obra.

Como penso como empreendedor, quando não acho o que procuro, acabo encontrando uma oportunidade.

Abraços!

Felipe

E agora a resposta que eu lhe enviei:

Oi Felipe, tudo bem?

Bom rapidamente já vejo que o que você me escreveu como uma boa proposta por vários motivos:

  1. É simples;
  2. Resolve um problema e uma “dor” real que alguém tem;
  3. Você conhece bem o mercado onde o produto atuaria.

Dito isto, alguns pensamentos já passam pela cabeça de ideias que tenho e que podemos discutir:

Modelo SaaS – Software as a service

Acho que a melhor alternativa disparado para oferecer algo assim seria o que eles chamam de SaaS (‘software as a service‘) que seria basicamente um site onde as pessoas que pagam pelo serviço teriam acesso com login e senha para usar o aplicativo.

Isso já evitaria um monte de dor de cabeça como instalação e muitos outros problemas. Fora que fica fácil cobrar por ex. R$ XXX / mês para oferecer acesso as pessoas.

Precificação do Problema

Seria interessante se você conseguisse precificar com o maior grau de exatidão possível (o que eu sei que não seria fácil nesse caso) quanto um escritório ganha ou perde por não ter algo assim. Em outras palavras, a ideia é aqui depois podermos vender o peixe basicamente falando:

“Olha, você perde cerca de $x.xxx,xx por projeto só por erros de cálculo no projeto e por clientes insatisfeitos. Se eu lhe oferecesse uma ferramenta para resolver esse problema que lhe custaria R$ xxx,xx /mês (tipo 10-20% do valor da PERDA deles), você não acha que valeria a pena?”

Se você conseguir PROVAR que o que você tem a oferecer REALMENTE resolve o problema com 10-20% (ou mais se quiser!) do custo que ele tem SEM o software, não tem porque ele não querer!

Faz todo sentido não!?

E mais … se conseguir provar desse jeito (o que, novamente, não é tao fácil mas ai você sabe mais que eu), ele provavelmente vai até ficar ANSIOSO que você entregue logo a solução para ele porque ele vai estar economizando dinheiro assim que começar a usar a sua solução!!

Só precisamos provar por números!

Isso me lembra uma frase de Peter Drucker onde ele fala para acharmos produtos para os nossos clientes, e não clientes para nossos produtos.

Bem mais fácil!

Desenvolvimento e Custos

Para desenvolver este projeto, eu tentaria de todas maneiras que você não colocasse NENHUM CENTAVO no desenvolvimento dum software assim.

Como? Simples – tudo volta no que falei acima:

Se você conseguir PROVAR que as pessoas vão economizar, você pode falar:

“Bom, já que você gostou da ideia, que tal investir R$ X.XXX,XX agora e eu lhe dou acesso gratuito para sempre!?”

Assim você transfere o risco e deixa ELES pagarem pelo desenvolvimento Há muitas outras alternativas de como financiar sem usar o seu próprio dinheiro, mas essa é uma boa e prática.

Mais Desenvolvimento

O desenvolvimento acredito que tenha que ser rápido e eficiente. O que quero dizer com isso:

Quero dizer que um protótipo inicial não deveria demorar mais que 1-2 meses para fazer e lançar, nem que para isso seja uma versão bastante simples sem o melhor design nem todas funcionalidades. Uma versão beta praticamente que você pode até cobrar menos …

Conforme for crescendo, aí você reinveste conforme os seus clientes falarem “quero isso ou aquilo” e vai, aos poucos, aumentado o preço podendo negociar o preço de quem já entrou desde cedo (outra parte de estratégia p/ financiar o projeto)

Comunicação e pesquisa de mercado

Eu já começaria imediatamente a mandar alguns e-mails BEM SIMPLES E CURTOS para donos de escritório que você pretende focar. Imagino que escritórios MUITO grandes não seriam o caso, mas também não custa mandar. Mandaria algo do tipo:

“Oi tudo bem <<NOME>>?

Meu nome é Felipe e sou um arquiteto trabalhando xxxx e yyyy em hhhh.

Estou fazendo uma pesquisa em como tornar nosso trabalho dentro da construção civil mais fácil e prático.

Para isso, estou querendo resolver um problema que eu (e imagino você também) passamos diversas vezes: orçamento de custos de obras.

Você também tem esse problema?

Quais são os principais problemas que você enfrenta dia a dia nessa questão de orçamento?

Qualquer outra ideia que tiver estou completamente aberto para sugestões e diálogos Gostaria de ouvir a sua opinião mesmo que seja uma linha só.

Obrigado pelo seu tempo,

Felipe.”

Simples e no ponto. Não enrole nem faça muito longo porque a maioria não vai ler mesmo.

Assim você já começa a ver quem estaria interessado e pode até receber umas boas ideias do pessoal.

Uma boa planilha de Google Docs já é suficiente pra começar a anotar e-mails e mandar.

Acho que por ora é isso, mas vamos falando mais que com certeza aos poucos a ideia vai ganhando forma 🙂

Grande abraço!

— Bruno

Repare que, por exemplo, se ele de fato seguir minha sugestão e conseguir utilizar a dica que eu dei de oferecer uma licença gratuita para o resto da vida para aquele que financias o desenvolvimento do projeto dele, só aí ele já vai economizar MUITO mais do que custaria a consultoria.

 

 

Gostaria de saber mais sobre como ter seu negócio 100% online mesmo que você ainda trabalhe em outro emprego e mesmo que você nunca tenha criado um site na vida??

Então eu recomendo que você dê uma olhada nisso AQUI.

Esse é o treinamento oficial aqui do site chamado Férias Sem Fim. Nele eu mostro, passo a passo, o exato mesmo sistema que eu e centenas de outras pessoas usam para criar seu negócio online.

Foi ele inclusive que me possibilitou ganhar de R$ 3 a 20 mil reais em apenas 90 dias. Sim, com um negócio novo criado totalmente do zero.

Saiba como ganhar de R$ 3 a 20 mil reais em 90 dias aqui nesse link. 

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+