Como Fazer Com Que as Pessoas GOSTEM de Saber Mais Sobre O Que Você Vende Com Essa Simples Mudança

Imagine só:

Imagina se as pessoas GOSTASSEM e QUISESSEM ver suas cartas e vídeos de vendas… o quanto mais você acha que venderia assim?

Pois isso é possível. E com essa dica você consegue isso.

Como Fazer Com Que as Pessoas GOSTEM de Saber Mais Sobre O Que Você Vende Com Essa Simples Mudança

Opa! Bruno Picinini por aqui, autor e fundador do projeto Férias Sem Fim. No vídeo de hoje eu quero passar uma dica de como você pode aumentar suas vendas fazendo com que as pessoas que não só assistam, mas continuem a assistir o seu vídeo de vendas ou continuem lendo sua carta de vendas.

Eu precisava gravar um vídeo nessa praia, que é uma das praias mais bonitas que já fui. Se você olhar o cenário, verá que a água é muito azul. O nome do local é Praia de Tulum. Por que estou gravando esse vídeo neste lugar para falar desse assunto sobre vendas no seu negócio?

Perto desse lugar onde estou, têm algumas ruínas maias logo de frente para a praia. Antes de entrar aqui, quando estávamos vindo com nosso carro, logo na entrada haviam algumas pessoas nos mandando parar porque queriam dar informações, ou alguma coisa assim.

Na barraca onde essas pessoas estavam, estava escrito “Informações Turísticas”. Havia umas 3 ou 4 dessas barracas. Quando estamos viajando e vemos esses locais de informações turísticas, nós baixamos as nossas guardas… “É um lugar de informações turísticas, assim como no aeroporto! São pessoas do bem que querem nos dar as informações certas para continuarmos nossa viagem!”

Mas na verdade, essas pessoas só colocaram essas placas de “informações turísticas” e só estavam tentando vender seus produtos, que nesse caso era um acesso com guia para outro local ou um passeio com lancha. Eles queriam vender o produto deles, o que não é nada legal.

Que lição podemos tirar disso para os nossos negócios? O que vejo muita gente fazendo na hora de vender (o que é errado) é que elas criam um webminário, um vídeo de vendas ou uma carta de vendas e falam, “Olhe aqui meu vídeo de vendas onde eu ofereço meu produto para você!” No momento em que você fala para a pessoa que ela vai assistir um vídeo de vendas, todos os alertas disparam na cabeça dela.

Ela ficará muito mais cética a tudo o que você disser, porque você já está com “más intenções”. Então, qual é a melhor maneira de se fazer isso? Primeiramente vou falar como fazer e depois falarei como não fazer – que é como essas pessoas fizeram errado aqui.

Em vez de simplesmente criar um vídeo de vendas, você pode fazer uma apresentação, um reporte ou um guia gratuito onde você ensina, dá dicas e realmente ajuda as pessoas para depois naturalmente conduzi-las para comprar seu produto.

Mas você não deve fazer o que esses caras aqui fizeram. Eles colocaram o nome do lugar deles como se fosse um lugar de informações turísticas, mas não deram informação alguma. Eles só usaram o nome para me enganar. Ou seja, saímos de lá sem o que queríamos e só perdemos tempo. Isso não é legal.

Não adianta você só fazer um vídeo de vendas e chamar de apresentação. Se é uma apresentação, faça um conteúdo faça o conteúdo como se fosse uma apresentação de verdade – algo que realmente ajude a pessoa. Por mais que a pessoa não compre seu produto, ela deve sair do seu vídeo no lucro por ter aprendido algo.

Isso fará com que você crie um bom karma no seu mercado. Assim, as pessoas estarão acostumadas. Por mais que no final do seu conteúdo tenha uma venda, o restante do conteúdo realmente ajuda as pessoas. Ou seja, as pessoas vão clicar para ver as coisas que você cria (seja um vídeo, um artigo ou uma apresentação) com muito mais vontade. Elas saberão que você sempre entrega valor para elas.

Então, mantenha isso em mente na hora de criar o seu próprio vídeo porque isso faz diferença na hora de vender. Não force chamando um vídeo de apresentação sendo que no final você só engana as pessoas. Faça um conteúdo de verdade para que as pessoas curtam e aprendam.

No final você pode fazer uma oferta, uma coisa bem simples, mostrando o que a pessoa pode colocar em prática nos negócios ou na vida: “Caso você queira aprender mais, eu te convido a conhecer meu treinamento completo XYZ, com o valor de tanto, com a garantia tal.”

Isso é muito melhor do que falar que é um vídeo de vendas ou dizer que é uma apresentação com dicas e não dar nenhuma dica útil para a pessoa. Você tem que realmente agregar valor porque daí você causa aquele efeito na cabeça da pessoa do tipo “se o conteúdo gratuito desse cara já é bom assim, imagine o pago.

Não é à toa que os trailers colocam as melhores cenas, não é à toa que quando artistas lançam novos álbuns colocam as melhores músicas nas rádios. Se eles botam os melhores lá fora, há chances das pessoas se interessarem em ver o resto. Se colocarem o pior, nem vão chegar a ver o conteúdo melhor.

Essa era a dica que eu queria passar para você hoje. Posicione seu vídeo como apresentação e dê dicas que ajudem a pessoa a avançar na vida dela, mesmo que ela não compre seu produto. Com isso, você criará valor e será reconhecido no seu mercado. As pessoas terão prazer em ver seus vídeos.

Imagine se as pessoas tiverem mais vontade de ver seu vídeo de vendas do que um documentário na Netflix! Eu falo isso porque uma vez uma pessoa mandou justamente esse comentário. Era um vídeo de vendas e um cara chegou a assistir de novo de tanta informação boa que eu passei. Eu acho que ele acabou comprando meu produto, afinal se ele viu duas vezes e acabou não comprando, não seria um bom sinal. Enfim, eu consegui passar informações boas o suficiente para ele assistir duas vezes o vídeo.

Essa era a dica que eu queria passar para você hoje. Se você gostou, você pode clicar aqui embaixo para dar um joinha. Clique também no botão para se inscrever e receber uma notificação de todos os próximos vídeos que eu postar. Depois eu recomendo que você visite o site FeriasSemFim.com. Lá você pode ver um pouco mais sobre meu trabalho, de como eu tenho meu negócio online e como tantos outros clientes já fizeram para ter os deles.

Vou ficando por aqui. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+