“Não Atirem No Furacão”: Como Reagir À Crises

Você chegou a ver o tal furacão Irma?!

Esse que passou ali pela América Central e depois pela Flórida.

Ele já tinha perdido bastante força e foi reduzido a categoria 1… Mas ainda assim fez um BELO estrago. Principalmente nos pequenos países mais pobres da América Central.

Isso me afeta em vários níveis:

Primeiro porque eu estava em Fort Lauderdale alguns dias antes do furacão.

Sai de lá mais precisamente na Quarta-feira… Antes do furacão em si chegar.

Até tivemos bastante sorte:

Foi a semana do nosso Mastermind #MMMMM2017 (um dia revelo que significa todos M's 😉 ) e se tivesse sido uma semana depois… não gosto nem de pensar.

Talvez você tenha acompanhado comigo no meu Instagram.

Esse é um mastermind que a gente faz todo ano com essa galera fera que está aí na foto.

Mas esse não é o ponto desse e-mail.

Demos realmente sorte que o furacão chegou 1 semana depois.

Ainda assim foi o suficiente pra sentir um pouco de medo e sentir o desespero das pessoas que estavam por lá.

Postos já sem gasolina…

Mercados já sem água…

E muita gente se mandando pela highway em busca de um lugar mais seguro.

É realmente assustador…

E o furacão ainda nem tinha chego!

Só que o mais engraçado foi quando eu vi essa notícia aqui:

Sim, você não está lendo errado… Ali diz:

“Polícia da Florida insiste para que residentes não ATIREM contra o furacão”

Que loucura foi essa?!

Alguém estava fazendo isso?!

Sim, estavam.

Começou como uma brincadeira e depois… viralizou!

E sabe né… se está na internet é porque só pode ser verdade!

IMAGINA que alguém iria inventar algo assim, certo?!

…pois é.

Mas teve gente que foi lá e realmente queria disparar contra o furacão! E por isso a polícia teve que intervir.

Agora isso foi só uma das atitudes que o governo e autoridades locais tomaram para ajudar a controlar a situação.

Tem um texto circulando no WhatsApp relatando tudo o que fizeram. Como liberar 3g em todos celulares… colocar mais aviões com preço fixo pra ajudar evacuar… liberar cachorros em hotéis… e tantos outros.

Aí fiquei pensando:

Como você reage em um momento de crise?

Porque uma coisa é certa:

Seja porque tem um furacão de categoria 5 vindo na sua cara … ou uma mudança no seu mercado… ou até uma mudança em você mesmo… o fato permanece:

Alguma crise você vai passar!

E aí… como você reage?

Você pode reagir como um certo amigo nosso, que a gente pregou uma peça lá na casa. Mas isso é história pra outra hora, senão vai ficar muito longo. Outro dia desses eu conto mais.

Recomendação: leia porque foi boa! 😉

E adianto pra você—sabe qual é a melhor hora de pensar como você reagiria em momentos de crise?

Alguma ideia?

Se você chutou ANTES da tal crise, você acertou em cheio!

Pensar (literalmente) no meio da tempestade é mais difícil…

Você está nervoso… Tudo está acontecendo… A comunicação não funciona… E capaz de você estar literalmente voando com todo vento.

Além de planejar, outra importante decisão é buscar ajuda.

Um furacão desse nível já não é fácil.

Sozinho?

Se torna ainda pior.

Em um negócio online isso seria equivalente a ficar aquele 1 ano inteiro tentando sem conseguir sair do lugar.

Investindo dinheiro e tempo para não ver resultado algum.

Isso não é nada legal e eu sei o quanto isso dói.

Não é a toa que eu criei a nossa comunidade Nação Lifestyle pra ajudar justamente com isso.

Para ter eu e outras pessoas para ajudar quando for preciso.

Novamente: sozinho não dá.

São nessas horas que a gente precisa de uma ajuda e de um conselho amigo.

Caso você esteja passando por um “furacão” no seu momento atual… ou quer simplesmente se prevenir de um… convido você para dar uma olhada lá dentro.

Tem um pessoal bacana e um conteúdo extra que tenho certeza que pode ajudar você.

Com certeza é melhor já estar preparado antes do furacão chegar 😉

Grande abraço e uma ótima semana!

–Bruno

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+