Fazer O Que Ama Ou O Que Dá Dinheiro? Saiba Qual O Melhor Para Você!

Pergunta:

O que você gosta de fazer?

Digo, o que você gosta de fazer de verdade?

Procuro aquelas respostas profundas que, se você fosse ainda criança, você começaria respondendo com:

“Quando eu crescer eu quero…”

O que vem depois disso é o que eu procuro.

Essa é uma pergunta importante. Uma que você deveria tentar responder todos os dias se ainda não tem uma boa resposta.

Como diria Mark Twain (e que aparece também em meu livro):

“Os 2 dias mais importantes da vida de uma pessoa são o dia que ela nasceu e o dia que ela descobre por quê.”

Yeah.

Agora, se você ainda não tem essa resposta, há uma boa notícia:

Só porque você não sabe o que você AMA ou tem paixão por fazer, isso não significa que você não possa ganhar dinheiro.

Até, iria além:

Você não saber o que ama fazer, pode até ser MELHOR do que se você soubesse.

Explico:

Infelizmente nem tudo que a gente gosta ou ama fazer dá pra ganhar dinheiro.

Quer dizer… até dá… mas pode ser bem difícil.

Esportes… artes… viagens… coisas que muitas pessoas gostam e muito. Mas que infelizmente tem uma taxa muito baixa de pessoas que consegue ganhar dinheiro com isso.

(Pense que pra cada jogador da série A no futebol que ganha muito, há 100x mais jogando desde a B até a várzea que não ganham nada.)

E por isso que, se você não tem algo ainda que você AMA fazer, talvez seja melhor do ponto de vista de ganhar dinheiro.

Por quê?

Porque assim você começa olhando para o lugar certo:

No mercado e nos interesses que OUTRAS pessoas estão dispostas a pagar pelo que você tem a oferecer.

É um caminho infinitamente melhor e mais seguro do que o conselho ingênuo e bobo de “faça o que você ama e o dinheiro vem atrás.”

Não vem.

Não só porque você faz o que você ama.

Esse é um dos fatores que, assim como esforço e dedicação, podem ajudar e MUITO a ter uma vida melhor. E, com certeza, com mais resultados.

Mas só porque você está fazendo o que você ama, não pense que o mundo vai olhar pra você e falar:

“Opa! Tá aí um cara que começou a fazer o que ama! Bora jogar uma pilha de dinheiro na cabeça dele!”

Não é assim que acontece.

Por isso, como dica, eu recomendaria o seguinte:

Você pode ter 2 atividades—uma que é a que gera renda para você, e outra(s) que é o que você tem paixão por fazer.

Se você conseguir misturar ambas, ótimo. Mas adianto:

Isso é BEM difícil.

São pouquíssimas pessoas que conseguem amar tanto algo a ponto de fazer pelo resto da vida e ainda ter o potencial de ganhar muito dinheiro com isso.

Isso não sou eu falando. Os números provam.

Entenda: não estou falando para você não prestar atenção no que gosta de fazer.

Se tem algo que você gosta de fazer e enxerga potencial para ganhar dinheiro aí, ótimo, vá em frente. Com tudo.

Agora, se você é como muitos que ou (1) não tem algo que ama tanto assim fazer ou (2) o que gosta de fazer é difícil de ganhar dinheiro, então separe as coisas:

Um para ganhar dinheiro (e que você tenha o mínimo de interesse)…

E outro para se divertir.

Como exemplo, esse fim de semana falei com um amigo que gosta pra caramba de andar de kart.

Ele adoraria fazer isso profissionalmente.

Mas… você tem ideia o quão difícil é essa ideia?

É caro. MUITO caro. E bem difícil. Poucas pessoas têm acesso a isso.

O que é mais fácil?

Primeiro resolve o dinheiro.

Depois aproveita ele e usa para financiar todos seus hobbies e atividades que você gosta de fazer.

Kart, futebol, paraquedismo, viajar, filantropia, o que for.

Aí é com você.

Primeiro seja livre.

Depois você busca o resto.

É fazendo isso que você consegue fechar com o 5º pilar do Empreendedor Milionário que eu comento aqui.

Ele é um dos 6 pilares que, quando aprendi, mudou o rumo dos meus negócios e me deu muito mais controle sobre tudo o que fazia.

E foi isso que me permitiu trabalhar com o que eu gosto (empreendedorismo digital) e ter o dinheiro para financiar todas outras coisas que eu tinha interesse, mas que nunca conseguiria ganhar dinheiro com isso.

Se você tem interesse em fazer o mesmo, então clique aqui agora mesmo e participe dessa aula.

Abração e uma boa semana!

– Bruno

PS: eu tenho certeza A-B-S-O-L-U-T-A que mesmo eu explicando com A… mais B… mais C… ainda vai ter gente que vai, do nada e sem razão, concluir que eu sou um cínico que está dizendo para você NÃO buscar e fazer o que você ama.

O que obviamente está errado.

De novo:

Se você conseguir algo que você (1) AMA fazer e (2) consegue ganhar dinheiro de uma maneira relativamente fácil, vá adiante.

Na verdade, mesmo que seja difícil (como com esportes ou artes) e você quiser tentar, vá em frente!

Sou o primeiro a apoiar.

Que mundo chato e triste seria se não houvessem pessoas assim!

Agora, por favor tenha cuidado pra não cair em papo de “life coach” que mais parece que foi tirado de filme da Disney do que experiências reais de vida. Esses que adoram passar pra você conselhos vagos como acredite nos seus sonhos…

…e não sabem nem de onde vão tirar dinheiro pra pagar todas contas no fim do mês.

MUITO cuidado com esses conselhos vagos, ingênuos e, sinceramente, nocivos.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+