Porque Ultimamente Eu Só Leio Livro de Gente Morta

Sei que parece estranho, mas há uma importante lição por trás.

Você pode também escutar esse vídeo no Podcast oficial do Empreendedor Digital:

Lembre-se de assinar agora o canal para não perder nenhum vídeo com dicas e sacadas de marketing e empreendedorismo digital.

Porque Ultimamente Eu Só Leio Livro de Gente Morta

Opa! Bruno Picinini por aqui. Nesse vídeo eu queria explicar porque ultimamente eu só leio livros de gente que já morreu. Eu sei que isso pode parecer um pouco mórbido, mas logo fará sentido.

Será uma boa dica do que você deve estudar na hora de crescer o seu negócio… Não só seu negócio, mas seu desenvolvimento pessoal, mindset… Tudo aquilo que envolve a nossa vida para ter mais resultados nos negócios, no esporte, nos relacionamentos ou na nossa vida.

Semana passada eu estava em São Paulo. Eu fiz o lançamento oficial do meu livro Férias Sem Fim. Se você ainda não adquiriu uma cópia, você vai poder adquirir. Teve um evento de lançamento que já encerrou, com condições especiais. Agora estou estudando como o colocarei para vender de maneira perpétua. Estou estudando como será o formato. Mas logo ele estará à venda e você poderá adquirir um exemplar dele se ainda não adquiriu o seu.

No lançamento do livro lá em São Paulo, alguém perguntou que experts de fora eu recomendava seguir para aprender mais sobre marketing e empreendedorismo digital. A minha resposta foi justamente essa.

Quanto mais o tempo passa, quanto mais eu estudo e aprendo, mais eu estudo livros e fundamentos de pessoas que já morreram. Por que isso? Não é coincidência. Não é que você tem que morrer para fazer um bom trabalho.

Boa parte dos verdadeiros fundamentos do marketing e empreendedorismo… Isso é muito do que eu vinha falando nos vídeos do treinamento do Férias Sem Fim… Não sei se você participa ou não, mas se você quiser dar uma olhada entre em FeriasSemFim.com.

Eu falo bastante sobre essa ideia. Muitas pessoas na hora de começar um negócio online… Dei uma entrevista para um programa de televisão antes do lançamento do livro que vai sair no SBT e Record News. Vou avisar quando serão os dias, não lembro agora de cabeça.

Justamente perguntaram uma dica que eu daria para quem está começando. Eu falei essa. Muitas pessoas quando vão começar um negócio online… A primeira coisa na qual elas focam é na parte tecnológica.

Elas acham que ter o melhor site, ter a melhor tecnologia… É o que vai diferenciá-las na internet. O que na verdade funciona mesmo é fundamentos e marketing. É você definir claramente o que você vende, para quem e de qual maneira.

Tendo isso bem claro, você depois vai atrás para resolver a parte tecnológica. Sinceramente, a parte tecnológica é o mais fácil – pelo menos para o modelo de negócios que eu ensino no Férias Sem Fim.

Em outros modelos de negócio, pode ser que necessitem uma estrutura mais complexa, mais complicada. Nesse caso a tecnologia vai fazer mais diferença. É uma tecnologia que resolve melhor o problema, como por exemplo o Google na época que foi lançado. Aí já é outro caso.

Para negócios como eu ensino, que são negócios mais simples que qualquer pessoa pode começar (principalmente baseado em infoprodutos), não é a tecnologia que vai dar mais resultado. Pelo contrário, ela pode atrapalhar – e muito – se você deixar.

Você vai ficar tentando fazer um monte de coisas que você acha que está agradando, quando na verdade ninguém dá bola. O que mais vai fazer diferença na hora de criar seu negócio é saber vender, saber posicionar seu produto, saber os verdadeiros princípios do empreendedorismo, ter a cabeça certa para aguentar os solavancos que os negócios têm.

E esses fundamentos já existem há anos e anos. Não é algo que alguém lançou um livro ano passado e vai mudar tudo isso. Isso já existe desde 1910, 1930 e 1940, de alguns empreendedores e outros caras de marketing que criaram livros.

No início, quando não existia toda essa parafernália para nos distrair… Eles focavam realmente nos princípios… Vender produtos através do correio. Mandar uma carta pelo correio para a pessoa botar dinheiro e enviar pelo correio para alguém que ela nem viu para comprar um produto.

Isso é muito mais difícil do que hoje na internet. A internet, na verdade, é só um meio. É por isso que cada vez mais ou estudo mais esses livros… Esse conhecimento do passado em vez de novos cursos e novas informações.

Não que elas não tenham valor. Se eu achasse que elas não tivessem valor, não estaria publicando as minhas. É óbvio que você vai precisar aprender a combinar esses fundamentos com o que é hoje atual.

Se você pegar esses fundamentos que esses caras usavam lá trás para vender um produto através do correio, como você adaptaria para internet? É justamente isso que eu faço no Férias Sem Fim.

Mas pode ter certeza… Se você já participou ou pretende participar, você verá… No Férias Sem Fim, boa parte do curso o foco é empreendedorismo e marketing. É aquilo que realmente faz a diferença e dá resultados.

Depois, as ferramentas, há várias. Eu recomendo algumas gratuitas e pagas que você pode escolher. Mas elas são só para executar a tarefa. Não é o melhor pincel que vai fazer um cara que não sabe desenhar produzir uma obra de arte. É o pintor que sabe usar o material que tem e que vai fazer aquilo andar.

É a mesma coisa num negócio online. “Por ser online, é a tecnologia que importa.” Não é! O negócio online será operado pelos mesmos fundamentos com os quais um negócio físico opera. São os fundamentos marketing e empreendedorismo.

É por isso que cada vez mais eu leio mais livros e tento ir atrás desse conhecimento mais lá trás. Têm todos os fundamentos, mas sem tantas firulas. Algumas pessoas tentam complicar o que não devem e colocam muitas coisas como se fossem a resposta… A nova tecnologia, a nova ferramenta… Quando na verdade é só um princípio lá de trás adaptado para a realidade de hoje.

Essa era a dica/confissão… De como eu estudo hoje em dia… De como eu procuro aperfeiçoar meu trabalho, meu marketing e como avançar meu negócio. É fazendo isso, procurando lá trás os fundamentos de marketing e empreendedorismo.

Talvez você já tenha me visto recomendando alguns dos livros desses caras, Claude Hopkins, John Caples, Victor Schwab, John Carlton. São caras das antigas de copywriting e marketing que realmente criaram a nossa indústria… Criaram o marketing moderno… É com esses caras que tento aprender.

Se você quiser ir atrás e ler todos os livros… Como eu fui atrás… Alguns desses livros chegam a custar 300 dólares… Sem problema algum! Eu recomendo que você faça. Se você quiser pegar o atalho, é isso que eu tento fazer no Férias Sem Fim.

Eu tento pegar esses fundamentos lá trás, que funcionam desde aquela época e continuam a funcionar hoje. A gente age como age pelos mesmos motivos. A gente ainda quer ganhar dinheiro, ainda quer sobreviver, ainda quer procriar, ainda quer cuidar das nossas saúdes… Assim como a gente fazia em 1920, por mais estranho que isso possa parecer.

Se você quiser um atalho para saber quais são esses fundamentos adaptados para o mundo de hoje… Para jogar na internet… Em vez de vender pelo correio ou jornal como eles faziam… Eu recomendo o Férias Sem Fim. Você pode ver em FeriasSemFim.com.

São todos esses fundamentos das antigas adaptados para o mundo moderno já com a recomendação das ferramentas mais simples possíveis para não complicar o que não precisa e focar no que realmente dá resultado. FeriasSemFim.com. Esse é o meu site onde você pode participar desse treinamento.

Depois você pode clicar no botão de joinha, se você gostou do vídeo. Deixe seu comentário aqui abaixo se você quiser saber mais sobre o assunto. Esses dias eu conheci o Renan… Se você estiver ouvindo esse episódio, um grande abraço para você.

É sempre bom saber que existem pessoas que ouvem o podcast no carro ou onde for. É mais uma maneira de juntar essa comunidade e fazer com que essa mensagem chegue ao ouvido de mais pessoas.

Depois não se esqueça de assinar o canal e receber uma notificação de todos os próximos vídeos que eu postar. Por hoje é só.

Vou ficando por aqui. Um grande abraço e até mais.

Seja generoso - compartilhe:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+